Corpus Christi

Santa Isabel tem tradição na confecção de tapetes

A produção dos tapetes começará na parte da manhã desta quinta-feira, e o encerramento será com a procissão

15/06/2022 às 06:00
Atualizada em 15/06/2022 às 06:00.
Divulgação/Prefeitura de Santa Isabel

Fiéis irão retomar a confecção após pandemia - FOTO: Divulgação/Prefeitura de Santa Isabel

Santa Isabel - Os fiéis da cidade irão retomar a confecção dos tapetes, após a suspenção do evento com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A festividade de Corpus Cristhi é comemorada amanhã, com a produção dos tapetes que começará na parte da manhã, e o encerramento será com a procissão, que partirá Igreja Nossa Senhora Aparecida, às 16 horas, até a Igreja do Rosário.

De acordo com a tradição, a festa é um momento em que a hóstia consagrada sai da igreja ao encontro dos fiéis, e assim, as procissões e a confecção de tapetes tornaram-se características. Produzidas com sal, serragem, borra de café e outros materiais, os tapetes foram um caminho pelo qual o corpo de Cristo irá passar. A tradição foi trazida para o Brasil com a chegada dos portugueses.

Em Santa Isabel, conforme a folclorista Zuleika de Moraes, o primeiro pároco da Paróquia de Santa Isabel, Padre José Veloso de Carmo, trouxe o rito à rua Totó de Assis (atual Avenida Manoel Ferraz de Campos Salles), em meados do século XVII. Até 1971, as ruas eram enfeitadas com folhagens, folhas e frutos da mamona, espada de São Jorge, flores como o Bico de Papagaio e até frutas e pequenos altares e toalhas colocadas nas janelas. O movimento cursilhista (movimento eclesial de evangelização cristã) formou grupos que se tornaram responsáveis pela ornamentação.

Até 1990, o trabalho era feito de madrugada, e agora ocorre pela manhã. A procissão sai às 16 horas da Igreja Nossa Senhora Aparecida, após a missa das 15 horas e seguirá pela Avenida da República até a Igreja do Rosário.

 

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News