Alto Tietê

Casos de estupros aumentam 84%

Levantamento compara o total de casos de estupro e estupro de vulnerável registrados em maio de 2021 e 2022

Everton Dertonio*
02/07/2022 às 06:00
Atualizada em 04/07/2022 às 14:33.
Divulgação

Itaquá foi a cidade com maior número total de casos - FOTO: Divulgação

O número de casos de crimes de estupro e estupros de vulnerável registrados no Alto Tietê em maio deste ano é 84% maior ao mesmo período de 2021. Na ocasião, ao todo foram registrados 25 casos, sendo seis estupros e 19 estupros de vulnerável. Em 2022 o total foi de 46 casos registrados, sendo 12 estupros e 34 estupros a vulnerável. Os dados são da Secretária de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP).

A SSP separa os crimes por "estupro" e "estupro de vulnerável". O total de casos é a soma destes crimes. A lei de criminalização do estupro no Código Penal (Art. 213.), classifica como crime o ato de constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, ou quando força a ter relações sexuais.

Já o estupro de vulnerável (Art. 3º do Decreto-Lei nº 2.848) ocorre quando houve relações sexuais ou prática de outro ato libidinoso com uma vítima menor de 14 anos. Também configura este tipo de delito as ações direcionadas a pessoas que, por enfermidade ou deficiência intelectual, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, ou que, por qualquer outra causa, não pode oferecer resistência.

Dentre as dez cidades, Mogi das Cruzes foi a que teve maior aumento percentual nos casos registrados de estupro e estupro à vulnerável. Enquanto dois casos foram registrados em 2021, neste ano o número aumentou 500%, subindo para 12.

Suzano e Itaquaquecetuba também registraram mais que o dobro de ocorrências. A primeira foi de quatro casos registrados em maio do ano passado para dez em 2022, denotando aumento de 150%. Itaquá, por sua vez, foi a cidade que mais teve registros nos dois anos. Foram seis casos em 2021 e 14 neste ano, um aumento de 133,33%.

Por outro lado, Poá teve queda de 66,66%, indo de três casos registrados no ano passado e um no ano atual. Arujá e Santa Isabel também tiveram diminuição. Arujá foi de cinco casos para dois, decaindo 60%, e Santa Isabel foi de dois casos para um, diminuindo o número de ocorrências registradas em 50%.

Ferraz de Vasconcelos e Salesópolis mantiveram a mesma quantidade de casos de estupros nos dois anos, dois e um respectivamente. Já, Biritiba Mirim e Guararema não registraram casos em 2021, mas neste ano, a primeira registrou dois casos e a segunda um.

A delegada Silmara Marcelino, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Suzano, o aumento de ocorrências se deve ao maior acesso à informação. "Isso as auxilia a ter coragem de denunciar. A princípio não temos como falar de aumento de casos, pois os crimes de estupro e crimes sexuais no geral são subnotificados, então apenas uma porcentagem dos casos chega a ser de fato registrados" apontou. Segunda ela é importante a divulgação e a conscientização para que as subnotificações diminuam. 

Para o registro do Boletim de Ocorrência (B.O), de acordo com a delegada, é requisitado o exame de corpo de delito e iniciado o procedimento de investigação, instaurando o inquérito e coletando as provas necessárias.

 

 

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News