22
Diversidade

Suzano terá amanhã a sua primeira Parada LGBTQIAP

Evento terá como tema "Resistência e Existência: existimos e queremos cultura, saúde, trabalho e educação"

André Diniz
23/07/2022 às 06:00
Atualizada em 23/07/2022 às 06:00.
Wanderley Costa/Secop Suzano

Parque Max Feffer receberá apresentações do evento, que deve terminar às 21h - FOTO: Wanderley Costa/Secop Suzano

Suzano - A Cidade das Flores receberá no dia 24 de julho a primeira edição de sua Parada do Orgulho LGBTQIAP . O evento terá como tema "Resistência e Existência: Existimos e queremos cultura, saúde, trabalho e educação".

A parada está sendo idealizada por uma rede de coletivos da comunidade LGBTQIAP , como a Rede Periférica Família Stronger, Coletivo A Casa da João e a Frente LGBTI de Suzano, e conta também com o apoio do Núcleo Transmasculinidades, da Associação Brasileira DiverCidades Periféricas, do Teatro Contadores de Mentira e do Fórum Mogiano LGBT para a comissão organizadora.

Segundo o membro da Frente LGBTI de Suzano José Vandei, um dos organizadores da parada, o tema foi definido pela comunidade LGBTQIAP da cidade em reunião aberta, e tem como objetivo cobrar do poder público e autoridades a criação e manutenção de políticas públicas para este segmento da sociedade.

A programação prevê o início das festividades ao meio-dia na rua Abdo Rachid, na região central da cidade. Na programação, estão previstas mais de 30 atrações de Suzano e região, como apresentações de música e dança, shows de drag queens, DJs e outras. Às 16 horas, está previsto o início da caminhada até o Parque Municipal Max Feffer, localizado no Jardim Imperador, para as apresentações de encerramento até 21 horas.

Segundo Vandei, a organização da parada entregou ofícios informando aos órgãos públicos, a GCM (Guarda Civil Municipal), a Secretaria de Transportes e a Secretaria de Saúde, onde obtiveram uma resposta positiva. "Já agendaram reuniões para tratar dos detalhes do apoio a parada; a Secretaria de Cultura foi informada e ofereceu o apoio com banheiros químicos. Mas, até o presente momento, ainda não houve confirmação", explicou. 

 

Reivindicações e Conscientização

Na visão da comunidade, Suzano está atrasada em relação aos outros municípios do Alto Tietê sobre políticas de diversidade sexual e de gênero, e a parada tem como principal foco a luta pela descentralização das políticas públicas, trazendo o debate de forma substancial para a cidade de Suzano.

"Ter a parada em Suzano é algo histórico e revolucionário, pois dará visibilidade para artistas da comunidade LGBTQIAP , para artistas negros e periféricos de nossa cidade, e será um importante ato de luta e demonstração da organização do movimento que existe na cidade e exige que políticas públicas na área da saúde, trabalho, educação e cultura sejam garantidas a essa população", concluiu Vandei.

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News