22
Santa Isabel

Projeto "Memórias" homenageia personalidades e fortalece história

Projeto reúne 19 personalidades que construíram ou influenciaram a cultura regional

Raissa Sandara
31/07/2022 às 06:00
Atualizada em 31/07/2022 às 06:00.
Prefeitura de Santa Isabel

Luciane, filha mais velha do Chico Fotógrafo, conta a história e trajetória do pai que registrou a cidade - FOTO: Prefeitura de Santa Isabel

Para celebração dos 190 anos de Santa Isabel, comemorados no dia 10 de julho, a Prefeitura do município desenvolveu atividades que incluíram as tradicionais cavalgadas e as fanfarras, com a XV edição do Concurso de Fanfarras e Bandas, além dos shows e da exposição fotográfica Pioneiros e o "Projeto Santa Isabel 190 anos #Memórias".

"Memórias" traz um conceito novo às tradicionais festividades de aniversário de municípios. Ao homenagear personalidades que viveram e contribuíram à cidade, a iniciativa valoriza a memória coletiva trazendo personagens que dialogam com as experiências dos isabelenses, seja pelo nome de locais, por conhecerem o homenageado ou sua família ou por terem ouvido as histórias pela cidade.

Com 19 episódios, cada um dedicado a um entrevistado, o departamento de Comunicação do município produziu vídeos documentários, de até 3 minutos, lançando essas histórias pelas redes sociais da Prefeitura até 31 de julho. Éllen Ávila, jornalista, participou do desenvolvimento e produção do projeto. "O 'Memórias' foi criado justamente para fazer essa preservação histórica e cultural. São 19 (vídeos), um para cada década", definiu.

Entre as personalidades apresentadas pelo "Memórias" estão Francisco Sanches Baptista, o Chico Fotógrafo, que registrou com sua câmera a cidade entre 1965 e 1983. Seu nome foi dado ao espaço cultural fotográfico Centro de Memória Francisco Sanches Baptista. Luciane, filha mais velha do fotógrafo, conta sua história e trajetória ao projeto. "Meu pai era autodidata, ele expôs em muitos salões de fotografias, aqui no Brasil e no exterior'', detalhou sobre a carreira do fotógrafo.

Outros temas também foram abordados, como a cavalgada, tradicional prática na cidade, que ganha espaço com a entrevista de Andréia, conhecida como filha do Morcego; o livro "Marcas do Passado", do Dr. Virgílio Frugoli, que aborda a história da cidade e teve seu trabalho relatado pelo filho, Benê, e José Gaspar que fala sobre a tradição do rodeio em Santa Isabel. Dito Pituba também tem seu trabalho reconhecido na produção de artes sacras. Assim como a primeira rádio da cidade, a Singão, hoje Sucesso Fm. 87.5, criada por Singão e atualmente conduzida pela filha dele, Jorgeana Singh.

É possível acompanhar todos os vídeos pelo Facebook e Instagram da Prefeitura de Santa Isabel. Segundo Éllen, o departamento ainda estuda a implantação do projeto em um local físico. No último lançamento do projeto, realizado hoje, o homenageado será Sebastião Claudiano, primeiro homem negro a ser eleito vereador em Santa Isabel, que terá sua história relatada pela bisneta, Maria Lucinda da Costa. Contando a história de seus moradores, Santa Isabel fortalece sua própria história e inspira o Alto Tietê.

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News