Wrestling: Aline Silva e Laís Nunes vão lutar na Europa visando Tóquio

Outros temas abordados foram segurança, iluminação pública  e sinal de internet
Outros temas abordados foram segurança, iluminação pública e sinal de internet - FOTO: Divulgação/PMMC

A seleção brasileira de wrestling treina até quarta-feira (24) no ginásio do Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN) da Marinha, no Rio de Janeiro. Esse período é a fase final de preparação para o Torneio Internacional da Ucrânia e o Troféu Matteo Pellicone, em Roma (Itália). As competições valem pontos no ranking mundial e no ranking que define os atletas cabeças de chave para os Jogos Olímpicos de Tóquio. 

Classificada à Olimpíada na categoria até 76kg, Aline Silva valoriza a preparação. “Os treinos nos ajudam a controlar a ansiedade antes dos torneios e trazem confiança para competir. Durante os trabalhos estou tendo a companhia do Kaio e Guilherme, que já são companheiros de clube no SESI, e serão sparrings neste período. Tenho certeza que esse treinamento será fundamental para a preparação”, afirmou a vice-campeã mundial à equipe do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Além de Aline, que esteve dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a lutadora Giullia Penalber da categoria até 57kg participa do período de trabalhos na capital carioca. Giulia ainda busca a classificação à Tóquio no Classificatório Mundial, em maio. Mais seis sparrings (Shayenne Vitória, Ana França, Gracyenne Helena, Kaio Dourado, Guilhermy Oliveira e Marcos Wesley) e os treinadores Pedro Garcia e Felipe Macedo contribuem nos treinamentos no Rio.

Outra brasileira com a vaga olímpica é Laís Nunes. Ela segue treinando em São José dos Campos, no interior de São Paulo, sob os cuidados do treinador Nisdany Perez, técnico cubano que, em virtude da pandemia, ficou três meses no país da América Central antes de poder regressar ao Brasil. “A retomada dos treinos com o professor Nisdany foi muito esperada. Durante os meses em que ele esteve em Cuba, segui o treinamento, mas não é a mesma coisa com ele do lado”, frisou a atleta da categoria até 62 kg do estilo livre feminino.

Depois do período dos treinamentos, o trio segue no dia 24 para Ucrânia e depois para Roma, onde disputa o Torneio Internacional da Ucrânia e em seguida o Troféu Matteo Pellicone, na Itália.

Além de Aline Silva e Laís Nunes, o wrestling nacional conta com mais um atleta classificado para a próxima edição dos Jogos Olímpicos: Eduard Soghomonyan, armênio naturalizado brasileiro, garantido na categoria até 130kg do estilo greco-romano, que segue preparação nos Estados Unidos, onde reside.