Hamilton explica contrato para pilotar a Mercedes

O inglês Lewis Hamilton está se preparando para mais uma temporada em que pretende inscrever o seu nome no livro dos recordes - ser o maior vencedor da Fórmula 1 com oito títulos mundiais, deixando para trás o alemão Michael Schumacher, e chegar à marca de 100 vitórias e 100 poles. Mas o foco para este ano na Mercedes é um pouco diferente.

Na apresentação do novo modelo W12, Hamilton mostrou o entusiasmo típico do começo de temporada, não esquecendo a caminhada que o trouxe até este momento. "Estou feliz por estar de volta à fábrica e estou pronto para começar. Parece sempre uma pausa muito grande apesar de serem cada vez mais curtas, mas estou entusiasmado por ver as pessoas na fábrica e ansioso por pilotar o carro. Tenho sorte por ter tido as oportuni dades que tive", disse.

Quanto ao tema da renovação do contrato, depois de o chefe da equipe, Toto Wolff, ter explicado que as conversas foram adiadas por ter sido infectado com a Covid-19 e que por isso não houve tempo para pensar em um contrato, Hamilton revelou que quis um compromisso de apenas um ano afirmando que já conquistou a maioria das coisas que queria. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários