Santos encara Deportivo Lara na estreia de hoje

Menos de 40 dias após perder a final da Copa Libertadores, o Santos inicia nesta terça-feira nova participação na competição em um contexto bem diferente ao da decisão do fim de janeiro no Maracanã. Afinal, estará sob novo comando, com o elenco enfraquecido e sem a sua principal estrela quando entrar em campo para enfrentar o Deportivo Lara, às 19h15, na Vila Belmiro, no jogo de ida da segunda fase preliminar.

O confronto será apenas o segundo do técnico Ariel Holan à frente do Santos. E já tem caráter decisivo para o treinador argentino. Afinal, além de passar pelo clube venezuelano, o time precisará eliminar o vencedor da série entre Universidad de Chile e San Lorenzo para atingir a fase de grupos.

Essa longa caminhada é necessária porque o Santos foi apenas o oitavo colocado no Brasileirão, o que o forçou a iniciar a sua campanha pelas etapas preliminares. E com um elenco que sofreu perdas na comparação com o vice-campeão da Libertadores de 2020, pois, além da saída de Cuca, negociou Diego Pituca e Lucas Veríssimo.

Para este confronto, o atacante Marinho, principal responsável por conduzir o Santos à final da última Libertadores, será desfalque, pois ainda precisa recuperar o condicionamento físico após ficar afastado por ter contraído o coronavírus. E puxa a fila de desfalques do time, que também não pode contar com nomes importantes, como Pará, com covid-19, e Kaio Jorge, lesionado, além de Laércio e Madson. (E.C.)