Paulistão não terá rodada durante este final de semana

Times tentaram mandar jogos em outros estados, mas ideia não seguiu adiant
Times tentaram mandar jogos em outros estados, mas ideia não seguiu adiant - FOTO: Divulgação

A Federação Paulista de Futebol (FPF) e os clubes se reuniram em encontro virtual ontem e decidiram que o Campeonato Paulista não terá rodada no próximo fim de semana. Os oito jogos previstos estão por enquanto suspensos, já que a entidade optou por não transferir as partidas para outro Estado. A mudança de sede havia sido planejada inicialmente para evitar a restrição de atividades esportivas em São Paulo.

A opção por entrar na Justiça com um mandado de segurança para realizar os jogos em São Paulo foi descartada pelos clubes. Apesar de a FPF ter essa vontade, as equipes preferiram não judicializar o caso por enquanto. Em nota oficial, a FPF explicou que a suspensão desta rodada não significa que os demais jogos previstos também serão desmarcados. Haverá um novo encontro na segunda-feira pela manhã para analisar os próximos passos.

A FPF explicou também que continuará em contato contínuo com o governo de São Paulo, CBF e autoridades de outros Estados para viabilizar a realização dos jogos da próxima semana. Até agora, o campeonato está com nove partidas suspensas: oito do fim de semana e mais o encontro entre São Bento e Palmeiras, que seria realizado na última quarta-feira em Belo Horizonte.

O encontro foi convocado em caráter de emergência pela FPF nesta manhã. A entidade reuniu os clubes após as tentativas anteriores de manter o campeonato não terem sucesso. A primeira investida foi em tentar convencer o governo estadual. Depois, a FPF acionou o Ministério Público (MP). Na sequência a opção se tornou procurar um outro Estado para receber as partidas, mas Rio de Janeiro e Minas Gerais vetaram a ideia.

Os últimos jogos do Campeonato Paulista foram realizados no fim de semana passado. Desde a última segunda-feira entrou em vigor em todo o Estado a chamada fase emergencial de combate à pandemia. Até dia 30 de março está prevista a aplicação de medidas rígidas e a suspensão de atividades esportivas coletivas O período de 15 dias coincide com a realização de 25 partidas do Estadual.

Mais estaduais

Pelo Brasil afora, a suspensão de torneios regionais por causa pandemia da Covid-19 já afeta oito competições. Sete disputas estão paralisadas totalmente e uma de maneira parcial.

A paralisação total afeta, além de São Paulo, seis outros Estaduais: Acre, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás e Tocantins. Por outro lado, desde a semana passada duas competições foram retomadas. Santa Catarina já retomou o torneio e Rondônia recebeu a liberação do governo estadual para movimentar seu campeonato no próximo fim de semana.

No Paraná a suspensão só não é completa por causa das prefeituras de algumas cidades do interior. Em Curitiba está proibida a realização de jogos e treinos, mas algumas cidades autorizam as atividades.

O Distrito Federal manteve o campeonato até o limite com a mesma tática pretendida por São Paulo: fazer partidas em outros Estados. O "Candangão" não podia realizar jogos em Brasília por causa de um decreto do governo local e passou a mandar partidas para cidades próximas em Minas Gerais e Goiás.

No entanto, o torneio ficou inviável depois de o governo goiano proibir a realização de atividades esportivas. Para completar, em Minas Gerais a decisão foi de vetar apenas partidas entre times de outros Estados. Essa mesma restrição, aliás, foi a responsável por suspender o encontro válido pelo Paulistão entre São Bento e Palmeiras, previsto para ser disputado nesta quarta.