Holan destaca atuação do Santos contra o San Lorenzo

Ariel Holan espera que o time mantenha o ritmo
Ariel Holan espera que o time mantenha o ritmo - FOTO: Divulgação

O Santos ficou mais perto de uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores ao derrotar o San Lorenzo por 3 a 1, na terça-feira, em Buenos Aires, na Argentina, pela rodada de ida da terceira fase preliminar. O técnico argentino Ariel Holan destacou a atuação do time como visitante e agora espera mais um bom jogo na volta, marcada para a próxima terça-feira, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. As partidas em São Paulo estão suspensas em virtude das restrições impostas pela Covid-19.

"Sim (foram os melhores 45 minutos), mas começamos agora. Acredito que pela dificuldade do San Lorenzo, foi um dos melhores momentos que jogamos durante meu comando. Eu creio que a equipe jogou uma boa partida, mas o San Lorenzo é um grande time, um time que tem jogadores excelentes, um time complicado como mandante. Eu valorizo muito essa vitória, mas ainda temos um jogo. Esperamos que a gente repita em Brasília o bom jogo que fizemos hoje (terça-feira)", afirmou Holan.

O técnico santista lamentou o fato de a equipe ter sofrido mais um gol na temporada. Até o momento, o time alvinegro foi vazado pelo menos uma vez em todos os sete jogos válidos pelas competições de 2021 - Libertadores e Campeonato Paulista.

"O lance do gol do San Lorenzo foi uma jogada estranha porque Felipe Jonatan sentia um incômodo na perna. Pensamos que ele tinha parado para fazer a troca, mas naquele momento o árbitro pediu o jogo rápido e estávamos parados. Foi uma pena porque o time estava jogando bem. Nos últimos minutos, o San Lorenzo tratou de jogar ofensivamente. Com isso, tivemos chances de contra-ataques. Tivemos a sorte e a felicidade de conseguir o terceiro gol", comentou.

Holan também fez questão de parabenizar a postura dos seus comandados e saudar o meio-campista Sandry, de apenas 18 anos, que no treinamento da última sexta-feira rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito.

"Eu valorizo muito que o time quis jogar, mesmo com a pressão do San Lorenzo, isso é importante para mim. Temos que seguir jogando desta maneira e seguir melhorando. Um abraço a Sandry, que não jogou e teve essa infelicidade da lesão. Mando um forte abraço a ele", completou. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários