No interior, Santos tenta recuperar a confiança

Longe de convencer na temporada, o Santos vai tentar mais uma vez recuperar no Paulistão a confiança perdida na Copa Libertadores. Hoje, às 22h15, os comandados de Ariel Holan vão enfrentar o embalado Novorizontino, no estádio Dr. Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte.

O time santista vem de vitória suada sobre a Inter de Limeira, no domingo, o que parecia indicar uma reação na temporada. Mas, apenas dois dias depois, foi batido pelo Barcelona, do Equador, por 2 a 0, em casa, em sua estreia na fase de grupos da Libertadores.

O resultado foi péssimo porque a sequência da equipe é das mais complicadas. Pela competição sul-americana, o próximo rival é o Boca Juniors, em La Bombonera, na Argentina, já na terça-feira. Antes, terá o clássico com o Corinthians no domingo, na Vila Belmiro, pelo Estadual.

Além de atrapalhar os planos do Santos no Grupo C, o tropeço diante do Barcelona voltou a abalar a confiança dos santistas. "É uma sequência bem complicada, sim. Mas temos que seguir trabalhando firme por aqui, preparar principalmente a parte psicológica, pois serão partidas bem importantes para a sequência", afirmou Lucas Braga.

Diante de uma maratona de partidas, Holan vem fazendo diversos testes, mesmo no esquema tático, e até arriscando formações inesperadas. É possível que repita alguns padrões dos últimos jogos do Paulistão, com poucos titulares tentando dar liga com jovens apostas do banco de reservas, como aconteceu com Pará e Marinho nas últimas rodadas, ao lado de Guilherme Nunes, Lucas Barbosa e Jhonnathan.

O venezuelano Soteldo pode estar se despedindo do clube. O Toronto FC, equipe que disputa a Major League Soccer (liga norte-americana), fez oferta ao Santos, que poderia resolver dois problemas de uma só vez com a negociação: quitaria a dívida com o Huachipato, clube venezuelano de quem adquiriu o atacante, e encerraria a punição aplicada pela Fifa, justamente por não ter pagado o time sul-americano. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários