Para seguir vivo, Santos precisa bater Bragantino

Técnico deve manter Lucas Braga no trio ofensivo
Técnico deve manter Lucas Braga no trio ofensivo - FOTO: Ivana Storti/Santos FC

Quatro derrotas seguidas, nenhum gol marcado e ainda sem um técnico efetivo após a saída de Ariel Holan. Fora da zona de classificação do Paulistão e em situação delicada na Libertadores após duas derrotas. Em crise, o Santos precisa derrubar hoje o forte Red Bull Bragantino, dono da melhor defesa do Estadual, às 20 horas, no Nabi Abi Chedid, se ainda quiser sonhar com vaga nas quartas de final.

São apenas cinco gols sofridos pelo Bragantino, necessitando de uma vitória para se garantir nas quartas de final. Um fato a mais para dificultar a missão santista. Para piorar, ainda há o retrospecto recente de três empates seguidos entre ambos, justamente após o rival virar um clube empresa, resultado que seria bastante ruim ao time da Baixada.

O Santos soma somente nove pontos na chave. Mas um triunfo já o recoloca na zona de classificação. São somente dois pontos de distância do Guarani, com 11, já que o líder Mirassol está disparado na frente, com oito a mais.

Depois de sair falando em foco total contra o The Strongest, após a derrota para o Boca Juniors, o técnico interino Marcelo Fernandes caiu na real que o estadual também é importante e relacionou os titulares para tentar findar com a crise no interior.

Portanto, deixará o confronto com os bolivianos de lado por ao menos 90 minutos para tentar resgatar a confiança após a série dura de insucessos. Os titulares tentarão "salvar" o time no Paulistão e depois tentarão, na terça-feira, somar a primeira vitória na Libertadores.

Marcelo Fernandes repetirá a escalação com um trio ofensivo para o Santos voltar a balançar as redes. A dúvida está na escalação de Lucas Braga. Ele pode dar lugar ao jovem Ângelo no comando do ataque. Kaio Jorge, uma boa possibilidade de gols, não foi relacionado.

A série de duelos decisivos do Santos, após Red Bull e The Strongest, seguirá com outros dois jogos duros: clássico com o Palmeiras e o reencontro com o Boca Juniors. Desencantar hoje virou obsessão para aliviar o clima de cobrança que paira no clube.

O Bragantino precisa de apenas um ponto para confirmar a classificação antecipada às quartas de final. Invicto há cinco jogos no Estadual, a equipe está na liderança do Grupo C, com 21 pontos. Com o empate, não poderia mais ser alcançado por Palmeiras e Ituano.

Deixe uma resposta

Comentários