Santos aposta todas as fichas na Vila

Ainda à espera da chegada de um técnico, pressionado e sem pontuar na Copa Libertadores, o Santos busca a primeira vitória na competição continental para seguir vivo no torneio do qual é o atual vice-campeão. O time alvinegro faz jogo de vida ou morte diante do The Strongest, da Bolívia, hoje, às 19h15 (horário de Brasília), na Vila Belmiro.

O Santos acumula duas derrotas por 2 a 0, para Barcelona de Guayaquil e Boca Juniors, e só não está na lanterna do Grupo C porque o The Strongest, outro que ainda não venceu, perde no critério de desempate. O resultado do duelo de hoje, portanto, pode manter vivas as esperanças de classificação de uma equipe e sepultar as chances de seguir no torneio do outro time.

Com risco de ser eliminado também no Campeonato Paulista, mergulhado numa crise e sob pressão, o Santos será comandado novamente por Marcelo Fernandes interinamente. A diretoria ainda está no mercado para trazer um substituto para Ariel Holan, que deixou o cargo no início da semana passada. Fernando Diniz, ex-São Paulo, é o favorito para assumir. Enquanto ele - ou outro treinador - não chega, cabe ao interino a missão de reerguer a equipe.

"Sobre permanência, chegada de treinador, não fui comunicado e não quero pensar nisso. Meu pensamento é trabalhar todo dia, já que temos pouco tempo para treinar, para tirar o Santos o mais rápido possível. Ninguém aqui tem corpo mole, é uma má fase que com certeza vai passar", salientou.

A missão de Marcelo Fernandes, ex-zagueiro do time e acostumado a ser chamado em momentos adversos, é dura, já que o Santos inicia o mês de maio com risco grande de ser eliminado na Libertadores e no Paulista, enfraquecido após a saída do atacante venezuelano Soteldo para o Toronto FC e sem reforços. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários