Santos vence o Boca e ganha fôlego

Lateral Felipe Jonatan foi o autor do gol da vitória
Lateral Felipe Jonatan foi o autor do gol da vitória - FOTO: Imago/OneFootbal

Depois de um final de semana de muita angústia com a possibilidade de queda para a Série A-2 do Paulistão, alívio com a vitória em cima do São Bento e protestos da torcida após o término do jogo, o técnico Fernando Diniz estreou no comando do Santos - e foi expulso logo no primeiro jogo. Em campo, o time venceu o Boca Juniors por 1 a 0 na Vila Belmiro e assumiu a segunda posição do Grupo C da Libertadores - o time tem os mesmos seis pontos dos argentinos, mas supera o rival no saldo de gols.

Com nove pontos, o líder da chave é o Barcelona de Guayaquil, que ontem perdeu para o The Strongest em La Paz por 2 a 0 - o time boliviano tem três pontos e entrou na briga por uma vaga nas oitavas de final.

O Santos tentava ser mais rápido e preciso. O time trocava passes em velocidade e explorava bem as jogadas pelos lados do campo, com boa variedade. Aos 12 minutos, Kaio Jorge pedalou em cima de Izquierdoz e chutou forte, mas o goleiro Rossi fez a defesa no centro do gol

Depois disso, o Boca Juniors atuou com a sua defesa 'montada' em cima dos atacantes do Santos, que mostravam dificuldades em superar a marcação mais firme. Já nervoso, Diniz tentava orientar o time e insistia para as jogadas ofensivas serem criadas em velocidade.

Deu certo. Aos 40 minutos, Kaio Jorge recebeu bom passe em profundidade de Pará e cruzou rasteiro para trás. A defesa argentina não afastou o perigo e a bola sobrou para o lateral-esquerdo Felipe Jonatan, sozinho. Ele dominou driblando, cortou o marcador e chutou forte no canto direito do gol, sem chances para Rossi.

Com poucos segundos de jogo no segundo tempo, o árbitro uruguaio Christian Ferreyra deixou de assinalar um pênalti claro para o Santos. Kaio Jorge recebeu na área e na hora do chute, Izquierdoz tirou a bola com a mão, deliberadamente. O juiz assinalou só escanteio.

O Santos resolveu se encolher para tentar explorar o contra-ataque, mas o plano não deu muito certo. O time sofreu uma pressão do Boca, mas conseguiu assegurar a vitória.

O próximo jogo do Santos na Libertadores será na terça-feira da semana que vem, contra o The Strongest em La Paz, às 19h15. O Boca Juniors recebe o Barcelona de Guayaquil na quinta-feira, dia 20. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários