Derrota complica futuro do Santos

O Santos está em situação bastante complicada na Copa Libertadores. A equipe perdeu por 2 a 1 para o The Strongest, ontem, em La Paz, e permanece estacionada com seis pontos, na segunda colocação do Grupo C. O problema é que o Santos tem um jogo a mais que Boca Juniors e Barcelona de Guayaquil, que se enfrentam amanhã. Dependendo do resultado dessa partida, o time brasileiro pode cair para a terceira colocação e se distanciar da classificação para a próxima fase.

Os primeiros 25 minutos do Santos foram desastrosos. O rendimento da equipe foi prejudicado principalmente por causa da linha defensiva, que não foi bem. Pará e Felipe Jonatan, por exemplo, pareciam perdidos na marcação, e com isso deixavam todo o setor defensivo muito exposto.

O The Strongest passava a maior parte do tempo com a bola e não demorou muito para chegar ao gol em jogada aérea. O goleiro João Paulo até fez uma boa defesa no arremate de Blackburn, mas, no rebote, o adversário ajeitou para Reinoso empurrar para a rede.

O gol não mudou o panorama do jogo. O Santos continuou mal, falhando demais, enquanto o The Strongest atacava com perigo. Neste cenário, veio o segundo do time boliviano, aos 22. Blackburn, de novo, recebeu cruzamento na área e só ajeitou para Willie, sem marcação, ampliar a vantagem.

O jogo só melhorou mesmo para o Santos no segundo tempo. O time voltou mais ligado do intervalo, sem dar espaços para o adversário. Mesmo diante da altitude de mais de 3,6 mil metros, a equipe tinha fôlego para pressionar.

O gol, então, veio aos 19 minutos. Jean Mota cobrou o escanteio e a bola sobrou para Felipe Jonatan dominar no peito e acertar uma bomba no canto do gol de Daniel Vaca.

O problema é que o Santos não conseguiu manter o ritmo por muito tempo. Com 30 minutos, o time cansou e mal dava as caras no ataque. A equipe só trocava passes de lado ou para trás. O jogo se inverteu e quem passou a atacar com mais perigo foi o The Strongest.

Se não fosse a boa atuação do goleiro João Paulo, o time boliviano teria feito mais dois gols ao menos. Ao Santos restava as jogadas de bola parada na tentativa de empatar o jogo. Mas, a equipe também falhava nesse tipo de jogada. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários