Com Sylvinho nas tribunas, Corinthians cumpre tabela

O Corinthians se despede da Copa Sul-Americana, hoje, às 21h30, contra o River Plate, do Paraguai, na Neo Química Arena. Apesar de não ter chances de classificação no Grupo E, os jogadores entrarão em campo motivados, afinal, o novo técnico, Sylvinho, estará nas tribunas. Como ele chegou somente ontem, quem ficará no banco de reservas será o analista de desempenho Fernando Lázaro, que já havia comandado o time contra o Sport Huancayo-PER, na última quinta-feira.

Mas, diferentemente do fraco time peruano e da fácil goleada aplicada por 5 a 0 mesmo fora de casa, o Corinthians deverá encontrar mais dificuldade contra os paraguaios. O River Plate está a apenas dois pontos do líder Peñarol e tem chances de classificação. Como só o primeiro de cada chave avança, ele precisa vencer o Corinthians e torcer para o Peñarol perder fora de casa para o Huancayo.

A partida pode ser a última do time alvinegro no esquema com três zagueiros. Na coletiva de apresentação, Sylvinho disse que prefere a tradicional linha de quatro defensores. "Variação de sistema tático existe e é bom. Mas gosto de linha de quatro, conheço o sistema, domino as funções. Podemos trocar sistemas, ocorre. Mas os atletas me conhecem. Faz parte da história do Corinthians a linha de quatro. A garra e a raça são marcas desse clube. Não será difícil", disse.

O setor ofensivo deve contar com a presença de Gustavo Mosquito, destaque na última partida com dois gols. A dúvida é se Lázaro optará por Jô ou Cauê no comando do ataque.

Punição

O Corinthians foi punido pela Conmebol com o pagamento de uma multa de US$ 7,5 mil (cerca de R$ 40 mil) por descumprir um regulamento ligado aos protocolos de segurança antes da partida contra o Peñarol em 29 de abril. A entidade não detalhou qual foi o descumprimento. O clube não tem o direito de recorrer e terá o valor debitado do que receberá pela participação na primeira fase do torneio. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários