Time busca vitória contra o Ceará, por embalo e paz

O Santos faz hoje o seu 25° jogo na temporada. Até então, conseguiu ganhar duas partidas seguidas apenas duas vezes. E não foi além disso. Ainda devendo futebol a seu torcedor, a equipe inicia hoje, às 21 horas, uma sequência de três partidas na Vila Belmiro, nas quais buscará o tão sonhado embalo e a paz. O confronto não é dos mais fáceis pelo Brasileirão. Pela frente, o Ceará, algoz na Copa do Brasil de 2020, e contra quem sofreu bastante nos últimos encontros.

Desbancar os cearenses é obrigação após estreia decepcionante no Brasileirão, levando 3 a 0 do Bahia, em Salvador. Fernando Diniz conseguiu amenizar a pressão da torcida sobre o time com os 2 a 0 diante o Cianorte na ida da terceira fase da Copa do Brasil, mas sabe que o nível do oponente era bem inferior.

Diante de um time mais ajustado no Nacional é que o Santos precisa mostrar evolução, após precoces eliminações na primeira fase do Paulistão e da Libertadores. O Ceará estreia seus titulares após descanso na vitória contra o Grêmio e será um ótimo teste. O treinador sabe que precisa vencer e convencer por tranquilidade para a sequência do ano.

Nas duas últimas visitas à Vila Belmiro, os cearenses somaram empates com sabor de derrota pelo número de chances criadas e desperdiçadas. O Santos tem de mostrar que aprendeu a enfrentar o time de Guto Ferreira, de quem ainda perdeu no Castelão, para não seguir entre os piores no Brasileirão.

Diniz não terá Lucas Braga, machucado, mas ganhou reforços: o lateral-esquerdo Moraes e o zagueiro Danilo Boza estão à disposição. Com a defesa em xeque, os contratados do Mirassol já sonham com a estreia. Mas têm tudo para ficar como opção.

Quem tem mais chances de aparecer entre os titulares pela primeira vez é Marcos Guilherme. O meia-atacante entrou no decorrer dos últimos dois jogos, arrancou elogios, e pode aparecer na vaga de Lucas Braga, mas vindo mais de trás, como um meia. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários