Brasil encara Colômbia para garantir a liderança do grupo

Técnico Tite alerta que estado do gramado pode aumentar riscos de contusão
Técnico Tite alerta que estado do gramado pode aumentar riscos de contusão - FOTO: Divulgação

Motivo de dor de cabeça na Copa América de 2019, os gramados continuam a preocupar a seleção brasileira. O técnico Tite admitiu que o piso do Engenhão, no Rio de Janeiro, é um dos desafios para o jogo diante da Colômbia, hoje, às 21 horas. Uma vitória garante a classificação do Brasil como primeiro colocado do Grupo A.

"O estado do gramado não é bom. Em função de ser recente a retirada é humanamente impossível (que fique bom)", afirmou o treinador em entrevista coletiva na Granja Comary, em Teresópolis.

Na vitória contra o Peru por 4 a 0, o Brasil deixou o mesmo estádio bastante insatisfeito com a qualidade do piso. Houve reclamação pública com postagens em redes sociais como a de Neymar, que pediu para que o gramado fosse arrumado.

As reclamações atualizam o problema enfrentado dois anos atrás. Naquela ocasião, os estádios criticados faziam parte da elite, entre eles, a Arena Grêmio, em Porto Alegre, Fonte Nova, em Salvador, e Maracanã, no Rio. Mesmo assim, o argentino Lionel Messi, o uruguaio Luis Suárez e o colombiano James Rodríguez reclamaram publicamente.

Neste ano, a situação é ainda mais delicada. Com a definição do Brasil como sede faltando pouco mais de uma semana para o início do torneio, os estádios escolhidos não são os principais do país. São arenas que, em sua maioria, não vinham sendo utilizadas pelos clubes das séries A e B. No caso da Arena Pantanal, o Cuiabá já teve dois jogos adiados.

A qualidade do gramado é fundamental para o estilo de jogo da seleção, baseado na técnica, nos toques rápidos e na velocidade. Isso aumenta a vantagem em relação às outras equipes. Tite também mostrou preocupação com a condição física dos atletas. Ele até citou um lance na vitória sobre a Venezuela, no Mané Garrincha, em Brasília. "Eu reclamei de uma falta cometida pelo lateral da Venezuela no Neymar. Depois, eu fui ver que o pé de apoio escorregou e, por isso, ele fez a falta. Ter melhores condições de gramado traz espetáculo e dá mais saúde e segurança aos atletas", explicou o treinador.

Deixe uma resposta

Comentários