Paralimpíada: Gabriel Dias brilha nas eliminatórias da natação

25.08.21 - GABRIEL BANDEIRA - Baterias classificatórias da Natação no Tokyo Aquatic center. Foto: Ale Cabral/CPB. @alecabral_ale
25.08.21 - GABRIEL BANDEIRA - Baterias classificatórias da Natação no Tokyo Aquatic center. Foto: Ale Cabral/CPB. @alecabral_ale - FOTO: ALE CABRAL/CPB

O paulista Gabriel Bandeira foi o grande destaque do Brasil no primeiro dia de disputas da natação na Paralimpíada de Tóquio (Japão). Nas eliminatórias da prova dos 100 metros (m) borboleta da classe S14, o nadador marcou 56s78, conseguindo o melhor tempo geral e batendo o recorde paralímpico da prova.

Também nos 100 m borboleta, mas na classe S13, Douglas Matera avançou para a decisão com o quarto melhor tempo de sua bateria, o sexto geral, ao marcar 58s66.

Outro Gabriel a mandar muito bem nesta terça-feira (24) no Centro Aquático de Tóquio foi Gabriel Geraldo, que avançou para a final da prova dos 100 m costas classe S2 ao terminar a segunda bateria classificatória em segundo lugar, com o tempo de 2min09s73. Quem venceu a disputa foi Vladimir Danilenko, do Comitê Paralímpico Russo, com a marca de 2min02s07.

Quem também avançou conseguindo o segundo melhor tempo de sua bateria foi Phelipe Rodrigues. Disputando a segunda bateria da prova dos 50 m livre classe S10, o pernambucano alcançou o tempo de 23s74, o terceiro melhor no geral.

O multicampeão Daniel Dias também se classificou na noite desta terça, ao terminar a primeira bateria da prova dos 200 m livre da classe S5 com o segundo melhor tempo, o terceiro no geral, de 2min45s16. Ele ficou atrás apenas do espanhol Antoni Ponce (2min33s73) e do italiano Francesco Bocciardo (2min35s44).

No feminino, Mariana Ribeiro está na decisão dos 50 m estilo livre classe S9/S10 ao terminar sua eliminatória na terceira posição com o tempo de 28s41. Este foi o quarto melhor tempo geral. Anastasiia Gontar, do Comitê Olímpico Russo, foi a mais rápida, após marcar 27s48, a canadense Aurelie Rivard ficou em segundo com 27s74 e a holandesa Chatalle Zijderveld conseguiu a terceira melhor marca no geral com 28s07.

Carolina Santiago foi outra atleta do Brasil a se garantir na decisão. Isso porque ela terminou as eliminatórias dos 100 m borboleta classe S13 com o segundo melhor tempo na segunda bateria, o quinto melhor tempo no geral, de 1min07s30.

As primeiras finais da natação serão disputadas a partir das 5h (horário de Brasília) da próxima quarta-feira (25).