Esporte e Lazer

Jogos com atletas 60 estimulam vida esportiva, saúde e bem-estar

Nos Jogos da Melhor Idade (JOMI) medalhas são nas modalidades e para a saúde; natação de Mogi foi destaque

Katia Brito
10/04/2022 às 05:30
Atualizada em 10/04/2022 às 08:15.
Divulgação

Atletas de bocha de Arujá retornaram à cidade com a 4ª colocação - FOTO: Divulgação

Na semana em que se comemora o Dia Mundial da Atividade Física e Dia Mundial da Saúde, celebrados respectivamente nos dias 6 e 7 de abril, destaque para os atletas 60 de cidades do Alto Tietê que participaram no último fim de semana da etapa regional dos Jogos da Melhor Idade (JOMI), em Campos do Jordão, no interior do Estado.

O técnico da equipe de natação que representou Mogi das Cruzes, Hélio Rong Junior, que completa 60 anos no dia 15 de maio, ressaltou que não apenas a atividade física, como o esporte como um todo, é uma grande ferramenta de inclusão social para pessoas idosas, com impacto na saúde física e emocional.

Outro impacto positivo apontado pelo técnico é a socialização e o elo criado, mesmo com os adversários. "É fantástica a sociabilização que o esporte traz para o ser humano. O esporte leva ao elo, por isso que as Olimpíadas têm os elos entrelaçados representando os continentes. O esporte é o elo entre as pessoas, não tem condição de adversário, de não tratar bem", salientou.

Para Hélio, com a aposentadoria muitos idosos ficam atrelados ao lar, acreditando que morreram para vida, presos à rotina do controle remoto, mas tudo muda com o esporte. "Quem pratica esporte não quer ficar em casa, quer correr, nadar, andar de bicicleta. Há o benefício da sociabilização para a saúde psicológica. O bem-estar físico e emocional é salutar. Trabalhando o metabolismo é possível minimizar ou não manifestar doenças como a hipertensão arterial, o excesso de peso. A falta de sociabilização deixa a pessoa deprimida em casa", destacou.

JOMI

Profissional de educação física com quase 40 anos de carreira, e atual coordenador do Centro Municipal de Paradesporto Professor Cid Torquato, Hélio, repetiu no JOMI deste ano a conquista de 2019, com o primeiro lugar da equipe masculina de natação e o terceiro lugar no feminino. As competições de natação foram disputadas no dia 2 de abril na cidade de Pindamonhangaba.

Mesmo sem alguns atletas, a delegação mogiana subiu no pódio 11 vezes para receber sete medalhas de ouro, duas de prata, duas de bronze. A equipe de Mogi vai para a final estadual do JOMI, com sete atletas na natação, sendo quatro do masculino e três do feminino. Para o técnico, um resultado significativo e inédito para o município. Os atletas que representarão a cidade são: Alfred Jacob, de 81 anos, medalha de ouro nos 25 metros nado costa e livre em Campos do Jordão; Alvaro Diniz Fernandes, 66, também ouro nos 50 metros nado costa e livre; Artur Scarpita, 63, prata nos 50 metros nado costa e livre, e Eduardo Sanches, 61, ouro nos 50 metros nado livre.

Na etapa regional do JOMI também fizeram parte da equipe masculina: Sidney Cerutti Sanchez, 72, bronze nos 50 metros nado costa e sexto lugar no nado livre; Noriya Yamamoto, 79, com quintos lugares nos 25 metros nado costa e livre, e Benedito Bento Queiroz, 78, com o nono lugar nos 25 metros nado costa e 12º lugar no nado livre. Eles não seguem para as finais.

No feminino, estarão nas finais por Mogi: Yoko Abe Tamada, 92, que conquistou duas medalhas de prata nos 25 metros nado costa e livre; Elzira Teixeira A. Oliveira, 83, com ouros no nado costa e livre, e Sigueka Suzuki, 76, com prata nos 25 metros nado costa, e bronze nos 25 metros nado livre.

Mogi enviou 87 atletas para a etapa regional do JOMI, que disputaram além da natação, as modalidades de atletismo, coreografia, dança de salão, dominó, malha, tênis, tênis de mesa e vôlei adaptado. A delegação conquistou um total de 18 medalhas, 11 delas nas piscinas.

Região

O JOMI é realizado em oito regiões do Estado. Em Campos do Jordão estiveram mais de dois mil atletas com 60 anos ou mais, de 33 municípios. O melhor resultado regional foi conquistado por Poá, que terminou no quarto lugar geral. Os atletas da cidade ganharam 13 medalhas, sendo seis de ouro, quatro de prata e três de bronze.

Itaquaquecetuba recebeu oito medalhas e ficou em 21° lugar na competição. A delegação foi composta por 44 atletas. A cidade ficou com o primeiro lugar no atletismo, com quatro ouros, duas pratas e um bronze no masculino. No atletismo feminino, foi conquistada uma medalha de prata e o 4° lugar.

De Guararema, destaque para a atleta Yukiko Nakada, 86, prata na prova dos 600 metros. A cidade ficou na 30ª colocação. Já Arujá participou com os atletas de bocha, que ficaram com a 4ª colocação na modalidade. A equipe foi composta pelo professor Airton José dos Santos, Benedito e Antonio Donizeti. Também participaram as cidades de Santa Isabel, Salesópolis e Ferraz de Vasconcelos.

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
editor@moginews.com.br
editor@jornaldat.com.br
aline.portalnews@moginews.com.br

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News