Junho violeta

Disque 100 registra mais de 35 mil denúncias de violência entre janeiro e o início de junho

Dados foram divulgados esta semana e ocorreram no período de janeiro a 2 de junho deste ano

19/06/2022 às 06:00
Atualizada em 19/06/2022 às 06:00.
Banco de imagens Freepik

Violência contra idosos vem crescendo no país e é a terceira com mais registros - FOTO: Banco de imagens Freepik

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) divulgou na última quarta-feira, Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, o balanço de denúncias feitas ao Disque 100. Segundo as informações, de janeiro a 2 de junho de 2022, já foram registradas mais de 35 mil denúncias de violações de direitos humanos contra pessoas idosas.

De acordo com o ouvidor nacional de Direitos Humanos, Nabih Chraim, em mais de 87% das denúncias (30.722) as violações ocorrem na própria casa onde o idoso reside. Destas, 16 mil ocorreram na casa onde residem a vítima e o suspeito. Entre os agressores, os filhos são os principais responsáveis pela violação, figurando como suspeitos em mais de 16 mil registros, seguidos por vizinhos, com 2,4 mil denúncias, e netos, envolvidos em 1,8 mil casos.

Vítimas com faixa etária entre 70 e 74 anos aparecem em 5,9 mil registros. Em seguida, estão os idosos entre 60 e 64 anos (5,8 mil denúncias); os idosos entre 65 e 69 anos (5,4 mil); os idosos entre 80 e 84 anos (5,2 mil); os idosos entre 75 e 79 anos (4,7 mil); os idosos entre 85 e 89 anos (3,5 mil); e idosos com mais de 90 anos (2,5 mil). O titular da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa (SNDPI), Antonio Costa, afirmou que as violações contra a pessoa idosa são a terceira com mais registros no Disque 100.

Junho Violeta

O Junho Violeta é uma campanha realizada anualmente em todo o mundo. O mês foi escolhido em alusão ao dia 15 de junho, Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, conforme declarado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e a Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa em 2006.

Para marcar a data, este ano o ministério realizou o Seminário Nacional sobre Violência Contra a Pessoa Idosa e a abertura da exposição fotográfica "Sorrisos Não Envelhecem". A mostra é composta por 20 imagens fotográficas nas dimensões de 1,30m x 0,90m, produzidas pela fotógrafa Tânia Neco, e estará aberta ao público até o dia 24 de junho, no térreo do Edifício Parque Cidade Corporate, em Brasília (DF).

Capacitação

Ainda foi lançado um curso de capacitação voltado aos gestores das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). A atividade virtual será promovida em parceria com a Universidade Federal de Viçosa (UFV). Entre os objetivos, está a colaboração para a gestão sustentável e qualificada das instituições.

O prazo de inscrições para a atividade online e gratuita segue até o dia 4 de setembro, por meio do portal da Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância (Cead/UFV) - https://www.cead.ufv.br/site/.

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News