CONTRACAPA

rodrigo
rodrigo - FOTO: divulgação

Carência na saúde

Terminou ontem o período de inscrições do Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação temporária de 41 médicos para atender à urgente demanda nas unidades de saúde da rede municipal de Mogi das Cruzes. O salário é de
R$ 7.126,17, para 20 horas semanais de trabalho. Foram 38 vagas abertas, sendo 19 para ginecologia, 16 para clínica-geral e 3 para psiquiatria, além de outras 3 destinadas a deficientes (1 para ginecologia, 1 para clínica-geral e 1 para psiquiatria). O resultado será divulgado no site da Prefeitura.

vereadores de plantão

Enquanto os vereadores de Mogi não comparecem aos gabinetes, cumprindo a restrição da fase crítica implantada em Mogi das Cruzes, a população pode continuar levando as demandas aos parlamentares, contactando-os via telefone celular. Os contatos estão expostos no site da Câmara de Mogi, prontos para atender aos pedidos da população.

Falta aos professores

A Diretoria de Ensino de Mogi das Cruzes rebateu a acusação do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) de que teria desrespeitado decreto municipal que proibia atividades presenciais nas instituições de ensino. O órgão estadual defende que no começo de fevereiro apenas as atividades pedagógicas ou de recreação estavam proibidas. As atividades administrativas, por outro lado, foram mantidas e, por este motivo, faltas foram computadas aos docentes que não compareceram presencialmente nas unidades.

Decreto municipal

Diante do argumento da Diretoria de Ensino, a Apeoesp reivindica que as atividades exercidas entre os dias 2 e 7 de fevereiro foram de caráter pedagógico, pois se tratavam do planejamento de aulas. Sendo assim, os professores que optaram por permanecer em casa e realizar as atividades de forma remota não poderiam ter faltas marcadas e, consequentemente, descontos salariais, uma vez que os profissionais da Educação estavam amparados pelo decreto municipal.