Proposta negada

Adepto ao lockdown para minimizar momentaneamente o cenário crítico da pandemia da Covid-19, e ciente de que o ápice da doença ainda está por vir, o secretário de Saúde de Mogi das Cruzes, Henrique Naufel, certamente teve participação para convencer o prefeito Caio Cunha (Podemos) de que medidas mais drásticas de restrição poderão ser benéficas. Para isso, o chefe do Executivo mogiano sugeriu uma ação conjunta com as demais prefeituras do Alto Tietê, mas não teve sucesso, já que as administrações municipais preferiram continuar seguindo as determinações do Estado e não efetivar nenhuma restrição mais rígida.

Sem o lockdown nas cidades próximas a Mogi das Cruzes, o efeito poderá não ser satisfatório como se imagina, por isso, Mogi também recuou na decisão. Em live, na noite de ontem, o prefeito Caio Cunha e o secretário de Saúde lamentaram não poder atender mais mogianos, pois a média de atendimento de pacientes de outras cidades ultrapassa os 40%. Sem convencer as prefeituras da região sobre o lockdown proposto, Cunha aproveitou para cobrar que as demais cidades, então, façam a sua parte para conter o vírus. A negativa das demais prefeituras, no entanto, não impede que Mogi tome a decisão unilateral nos próximos dias.

Naufel reforçou os péssimos números atuais da pandemia, relevando a força ainda maior da nova cepa do coronavírus. "A abertura dos 30 leitos no Hospital Arnaldo Pezzuti e na Santa Casa não fizeram nem cócegas", disse Naufel, sobre a lotação nas unidades. Por isso, a construção de um hospital de campanha não está descartada, mas isso só ocorrerá se houver a possibilidade das obras ficarem prontas rapidamente. Para Naufel, abril e maio deverão ser dramáticos para a área da Saúde, por isso, um hospital de campanha deverá ser instalado somente se for possível colocá-lo em prática em curtíssimo prazo.

A boa novidade é o agendamento para vacinação que Mogi terá nos próximos dias, talvez já nesse final de semana. Se a situação de leitos segue crítica, pelo menos a solução para uma maior comodidade e segurança na hora da imunização está sendo tomada.