Duas Páscoas

Celebrada hoje, a Páscoa é um dos maiores feriados cristãos do mundo ocidental. Em termos de importância religiosa, a data que marca a ressurreição de Jesus talvez só possa ser equiparada ao Natal, que aponta o nascimento de Cristo.

Mas como data religiosa, ainda mais em um país como o Brasil, a despeito de toda a reverência dos devotos, existe todo um comércio segmentado por trás do feriado, neste caso, a venda de ovos de chocolate e outros apetrechos característicos dessa época do ano.

Este será o segundo ano seguido que o Alto Tietê, em razão da pandemia do coronavírus (Covid-19), não vive o feriado em sua plenitude, isso representa um comércio que não trabalhou como poderia para vender os ovos e outras guloseimas. Um baque para as lojas da região.

No ano passado isso já havia ocorrido, mas com mais rigor por parte dos comerciantes e consumidores, que tinham mais medo da Covid-19 do que agora e pouco se arriscavam pelas ruas em busca dos produtos característicos.

Dentro de alguns dias o comércio do Alto Tietê deverá informar como foram as vendas dos ovos de chocolate, que devem ficar abaixo do esperado, no entanto, isso é algo que precisa logo mudar. No ano passado existia a esperança de que a Páscoa celebrada hoje seria melhor, com famílias indo aos restaurantes ou visitando a casa de parentes para celebrar o domingo, o que não deve ocorrer.

A única maneira para reverter isso, ao menos por enquanto, é acelerar a vacinação, e que ela seja expandida para outras camadas da população o quanto antes. Somente assim os feriados, que além de terem uma importância sentimental, voltarão a ter um significado comercial.

Se isso não ocorrer o mais rápido possível, é possível que o Natal deste ano seja ainda pior do que o de 2020, já que nessa época, no ano passado, a Covid não havia atingindo o Brasil e o Alto Tietê com a segunda onda da doença. Se a imunização não avançar com passos maiores, corremos o risco de presenciar o feriado mais importante para o comércio local com poucas vendas e sem muito o que comemorar.