Religiões e ciências

Olavo Câmara
Olavo Câmara - FOTO: divulgação

A evolução dos seres humanos depende da elevação do grau de consciência de cada ser. Aliás, sem consciência a evolução dos povos se torna cada vez mais difícil. Quanto às religiões e as ciências, sempre houve choque e discordância. Inúmeros cientistas se dedicaram e continuam dedicando suas vidas para melhorar e ajudar na evolução da saúde de cada ser humano. Há religiões que evitam remédios, doações de sangue e determinadas cirurgias.

Mas, a ciência e a religião em épocas atuais evoluíram muito e ambas estão em grau de compreensão sobre Deus e evolução das descobertas científicas. Hoje há aparelhos moderníssimos, consultas e orientação "on line". Os dogmas religiosos evoluíram na medida em que a ciência foi realizando comprovações e surgindo verdades sobre atuações científicas. Tanto a ciência como as religiões são extremamente importantes para a humanidade. Mas, fora das religiões e das ciências há inimigos da luz e do progresso que são numerosos e procuram combater as religiões e segmentos das ciências.

Os fanáticos de certas religiões atacam por todos os lados, mas, felizmente, há os religiosos cultos, que procuram sempre unir as religiões com as ciências em prol do desenvolvimento dos humanos e das consciências. As religiões são extremamente importantes para todos, bem como o desenvolvimento, estudos, criatividade e descobertas realizadas pelos cientistas. Imaginem as cirurgias que são feitas hoje por robôs, os transplantes e salvação de tantos humanos. Procure analisar quantas mortes ocorreram em séculos passados quando não havia remédios, vacinas, transplantes e orientação científica para cura dos humanos. Ter confiança em Deus que habita o seu interior e acreditar na ciência são dois momentos necessários para restaurar a saúde dos povos. A elevação do grau de consciência trás amadurecimento. Procure se tornar uma pessoa de mente sublime e eleve a sua consciência.

Olavo Arruda Câmara é advogado, professor, mestre e doutor em
Direito e Política.