Brasileiro: mente enferrujada

Olavo Câmara
Olavo Câmara - FOTO: divulgação

A mente humana é como aço ou metal, se não usar, enferruja. Daí a necessidade de ler, raciocinar, refletir, fazer críticas construtivas e se afastar do negativismo. Elimine pensamentos tediosos e faça bons trabalhos todos os dias. Uma caridade por dia ajudando pessoas ou fazendo doações te elevará e marcará a sua integridade, honestidade e compaixão. As pessoas que vivem acomodadas sem fazer exercícios físicos, leituras constantes, andar pelas ruas e desenvolver a mente em inúmeras atividades, se enferrujará e a mente ficará embotada.

Caso os brasileiros pensassem muito no Brasil, tudo melhoraria para todos. A falta de sinceridade e persistência destrói você e como a grande maioria está acomodada, a destruição acontece em muitos setores.

O ex-presidente Abraham Lincoln, que presidiu os Estados Unidos e morreu assassinado, foi um estadista ilustre e deu inúmeras lições de vida. Em um dos seus discursos dizia que é preciso uma vida de honestidade, ter compaixão e integridade, tanto no comportamento individual, servindo de exemplo, ou exigindo que as pessoas cumpram estas virtudes.

Caso os brasileiros em sua grande maioria fossem honestos consigo mesmos, esta nação daria um salto em progresso e desenvolvimento. Os seres que têm compaixão estão sempre trabalhando em prol dos semelhantes, pois sabem que o ar que respiram é o mesmo que toda a humanidade também respira. Outro item que falta nos seres humanos é a integridade. E afinal o que é a integridade. O que significa ser íntegro? É ter reputação ilibada, ou seja, sem qualquer mancha e ter um elevado grau de amor ao próximo.

Se todas as autoridades, empresários e as principais lideranças do Brasil adicionassem estas três palavras no dia a dia (honestidade, compaixão e integridade), este país mudaria de rumo e serviria de exemplo para o mundo. A população de uma pátria amadurece pela dor ou pelo amor. Então, não se deixe enferrujar, levante e ande, você não está sozinho no planeta.