Saúde Funcional

luiz
luiz - FOTO: divulgação

Em tempos difíceis como esses que vivemos é preciso buscar cada vez mais alternativas para saúde física e mental. Pensando nisso, estudos científicos estão sendo realizados diariamente. Em artigo publicado na revista científica Diabetes & Metabolic Syndrome: Clinical Research & Reviews, pesquisadores relatam, após analisar pacientes com Covid-19, que treinos aeróbicos contribuem para fortalecer a imunidade em geral e o sistema respiratório, podendo minimizar a morbidade e mortalidade decorrentes do vírus.

Além disso, muitas pessoas começam uma academia, uma natação ou corrida para melhorar a saúde cardiovascular, construir músculos e, claro, obter um corpo saudável. Porém, a prática de esportes tem outros benefícios. Durante a última década, os cientistas analisaram como os exercícios podem melhorar a função cerebral. Independentemente da idade ou nível de fitness, estudos mostram que praticar esportes fornece benefícios excelentes ao organismo.

Um deles é reduzir o estresse, após um dia agitado. O exercício aumenta as concentrações de norepinefrina, produto químico que pode moderar a resposta do cérebro ao estresse e auxiliar as pessoas que também apresentam déficit de atenção.

Também existe o benefício da química da felicidade, por exemplo, passar uma hora nadando sem parar pode ser difícil, mas vale a pena o esforço. A prática do esporte libera endorfinas, que criam sentimentos de felicidade e euforia. Estudos têm demonstrado que o exercício pode até mesmo aliviar os sintomas de depressão. Por esta razão, profissionais da Saúde recomendam que as pessoas que sofrem de depressão ou ansiedade, ou aqueles que estão apenas se sentindo pra baixo podem ter vários benefícios. Em alguns casos, a prática de esportes pode ser tão eficaz quanto os antidepressivos no tratamento da depressão. Não se preocupe se você não é exatamente o esportista mais frequente. A prática de esportes por 30 minutos, três a cinco vezes por semana pode instantaneamente melhorar o seu humor geral.