CONTRACAPA

André Diniz
André Diniz - FOTO: z

'chacina'

Durante o pequeno expediente da sessão da Câmara de Mogi, nesta semana, um debate ocorreu entre os vereadores Policial Maurino (Pode), Inês Paz (Psol) e Iduigues Martins (PT). Inês, ao ser a primeira a falar, criticou a ação da Polícia Civil do Rio de Janeiro na operação policial que teve 28 mortos na favela do Jacarezinho, na capital fluminense, sendo um policial e 27 moradores da comunidade, ao que a vereadora mogiana chamou de "chacina".

'demagogia'

Na sequência, Maurino buscou rebater os argumentos da colega parlamentar, afirmando que a operação foi um sucesso ao neutralizar os criminosos, apreender armas e desarticular o crime organizado. "Precisamos acabar com a demagogia de acusar a polícia e ser um país sério", afirmou.

apaziguador

O vereador Iduigues Martins (PT) mencionou estudos sobre a violência no enfrentamento à criminalidade dos últimos 11 anos e afirmou: "O Brasil é o país onde a polícia mais mata e mais morre no mundo. Se essas mortes resolvessem, já estaríamos vivendo no paraíso".

rio itaim

Uma equipe técnica do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) realiza uma análise para a limpeza e desassoreamento do rio Itaim, em Biritiba Mirim. A ação é fruto da reunião realizada nesta semana entre o deputado estadual Marcos Damasio (PL), a vereadora Luciléia do Valdivino (PL) e o superintendente do DAEE, Francisco Loducca.

rápido afastamento

O secretário de Saúde de Mogi das Cruzes, Zeno Morrone, deixará o cargo, mas continuará trabalhando voluntariamente pela Prefeitura. Morrone, nomeado secretário em Mogi há pouco mais de duas semanas, deverá ser exonerado para dar continuidade ao seu processo de aposentadoria. Médico legista do Instituto Médico Legal (IML) de Mogi, o secretário já entrou no Executivo prestes a se aposentar, mas para resolver o processo legalmente precisará se afastar para cumprir com a burocracia do Estado.