Canalhas

Afonso Pola
Afonso Pola - FOTO: Daniel Carvalho/Mogi News

Tivemos um final de semana agitado por conta da realização da Copa América no Brasil. Inicialmente marcada para acontecer em junho e julho de 2020, ela acabou sendo adiada para este ano em função do avanço da pandemia de Covid-19. Colômbia e Argentina que sediariam a competição acabaram desistindo. A Colômbia devido aos protestos contra seu presidente e a Argentina em função do regime geral de quarentena adotado no país. A Conmebol, então, recorreu ao presidente da CBF, Rogério Caboclo, que por sua vez, depois de falar com Jair Bolsonaro, deu ok para a realização da copa em nosso país.

Tal decisão desagradou jogadores e comissão técnica da seleção brasileira já que ainda estamos convivendo com um elevado número de infectados e mortos por Covid-19 e o ritmo da vacinação ainda é muito lento. Para aumentar ainda mais a instabilidade que se instalou na CBF, Rogério Caboclo foi denunciado por uma funcionária da entidade de praticar assédio sexual e moral contra ela. A Comissão de Ética da CBF já o afastou da presidência por 30 dias. E é sobre isso que eu quero falar.

Pelo que foi relatado, a funcionária teria sido vítima de várias condutas abusivas, como ser chamada de "cadela" e ser forçada a comer um biscoito de cachorro. Em outra oportunidade, esse crápula perguntou se ela se masturbava.

Infelizmente, essa prática canalha e covarde não é nada rara. No final do mês passado, o atacante Neymar foi acusado de agressão sexual por uma funcionária da Nike. O caso ocorreu em 2016, mas veio à tona agora e resultou no fim do contrato entre a empresa e o jogador.

Em dezembro de 2020, o jogador Robinho foi condenado em segunda instância na Itália a nove anos de prisão por participar de um estupro coletivo. O crime teria ocorrido em uma boate na capital italiana em 2013, com uma mulher albanesa.

Obviamente, isso não é uma prerrogativa do universo do futebol. Fatos condenáveis como esses acontecem nos diversos segmentos da sociedade. Os que usam do poder que têm para tentar subjugar uma mulher, não são homens. São simplesmente canalhas.