Diversidade não é inclusão

Os estabelecimentos, ainda engatinhando quando o assunto é inclusão, alienam parte do público que poderia ser consumidor. Não é uma tarefa fácil para os comerciantes, mas na era da inclusão, ela precisa ser exercitada. Assim, pensar em diversidade e inclusão como fatores que se complementam é fundamental. Isso deixará mais clientes satisfeitos e aumentará o lucro da empresa.

Diversidade e inclusão, porém, também devem ser pensados no ambiente interno do trabalho - uma tarefa para os líderes empresariais quebrarem a cabeça. Não há dúvida de que as empresas continuarão a dedicar atenção e recursos para promover a diversidade, inclusive na contratação dos colaboradores. Mas, criar um ambiente de trabalho onde todas as pessoas se sintam respeitadas e valorizadas ainda é um desafio complicado. Não basta, por exemplo, contratar uma pessoas portadora de deficiência apenas para constar no hall da companhia. A diversidade sem inclusão se transforma em uma tarefa incompleta. Isso quer dizer que, além da contratação, se faz necessário dar voz ao trabalhador e permitir que participe de decisões importantes dentro do setor destinado a ele. Isso resultará em um colaborador mais ativo e participativo. Já a empresa que se abre à inclusão poderá ser surpreendida positivamente com novas ideias.

Líderes empresariais já se deram conta do potencial de uma força de trabalho diversificada, mas, embora esse seja um passo importante, não garante a inclusão. No meio disso, as empresas têm um novo desafio criado após a chegada da pandemia da Covid-19, que é um ambiente de trabalho híbrido. Por isso, para facilitar e agilizar o processo de inclusão é importante ouvir os colaboradores e tentar atender parte de seus anseios para que se sintam mais valorizados. Como agir neste sentido em um ambiente hídrido? Esse já é um novo desafio que se constroi dentro dessa necessidade.

A cultura da inclusão ainda não é clara na cabeça de parte da população. Cabe às lideranças entenderem a diferença entre diversidade e inclusão e, por meio da prática, massificar o ensinamento, que será benéfica tanto para empresas quanto para os trabalhadores.