CONTRACAPA

André Diniz
André Diniz - FOTO: z

transparência I

A Escala Brasil Transparente - iniciativa da Controladoria Geral da República (CGR) - avaliou no mês passado a transparência de informações das prefeituras de cidades com mais de 50 mil habitantes. No comparativo entre 2018 e 2020, apenas Poá e Ferraz de Vasconcelos tiveram progresso. Mogi das Cruzes foi a cidade com a maior discrepância: de uma nota 7,3 em 2018, a cidade regrediu para a nota 4,65 dois anos depois.

Transparência II

A cidade, segundo a CGR, que ainda apresenta o pior índice no Alto Tietê é Suzano, que subiu de 4,26 em 2018 para 4,43 em 2020. A medição se baseia na disponibilidade de dados ao público por meio da página da Prefeitura na internet e pela requisição de dados junto ao município.

transparência III

A Prefeitura de Mogi das Cruzes se manifestou à imprensa ressaltando seu compromisso com a transparência a partir da atual gestão, iniciada em janeiro deste ano, e que está em processo de criação da Secretaria Municipal de Transparência e Participação, um dos compromissos de campanha do atual prefeito Caio Cunha (Pode).

reabertura de cemitérios

A Câmara de Mogi encaminhou a indicação 1.390/2021, do parlamentar Edson Santos (PSD), pedindo a reabertura da visitação dos cemitérios do município. A visitação das necrópoles foi limitada devido à pandemia da Covid-19. A proposta teve apoio do líder do governo na Câmara, vereador Marcos Furlan (DEM), e do presidente da Casa de Leis, vereador Otto Rezende (PSD).

psdb

O vereador José Luiz Furtado (PSDB), o Zé Luiz, conseguiu a aprovação de uma moção de aplausos aos 33 anos do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). A legenda, que teve como último prefeito em Mogi das Cruzes, Marcus Melo, foi celebrada por sua bancada e pelo líder do governo na Câmara, vereador Marcos Furlan (DEM), que lembrou ter feito parte de seus quadros por um período de dez anos.