Deus não é pequeno II

Mauro Jordão
Mauro Jordão - FOTO: 00001

Na realidade, grande parte da humanidade não quer conhecer o Deus verdadeiro, mas um deus cujo poder possa ser usado a fim de tornar realidade os seus ambiciosos sonhos egoístas, porém, Deus nunca será dominado, Ele domina porque é Senhor e não servo. Temos de saber que Deus não é um "gênio na garrafa" e nem existe para cumprir nossos desejos sempre que o convocarmos, sendo Criador, rebeldes ou não, somos submissos à Sua vontade. Jesus, o Filho de Deus, disse em Apocalipse 1: 8 ser o Alfa e o Ômega, a primeira e a última letra do alfabeto grego, indicando ser Ele o Princípio e o Fim de todas as coisas.

A Bíblia confirma essa afirmação de Sua grandeza em seu início: No princípio criou Deus os céus e a terra. No capítulo primeiro de João lemos que no princípio o Verbo, Cristo, estava com Deus, e o Verbo era Deus, e todas as coisas foram feitas por intermédio Dele e a vida estava Nele.

Deus criou o imensamente grande, o macrocosmo, e o indescritivelmente pequeno, o microcosmo. A majestade do corpo humano descrita, no século 20, por Marshall Nirenberg, prêmio Nobel de Biologia: O corpo humano tem mais de 60 trilhões de células, e em cada uma delas, temos 1,70 metro de fita DNA, onde estão gravados todos os nossos dados genéticos, como a cor dos olhos, a cor da pele, o temperamento e outras informações. Cada milímetro da fita DNA é constituído de 300 milhões de átomos rigorosamente ocupando o seu lugar e funcionando com exatidão porque a vida das coisas criadas estava Nele.

A complexidade do olho humano, segundo John Wilson, oftalmologista da Universidade Harvard, está em que do fundo de cada um dos nossos olhos saem 60 milhões de fios condutores, todos encapados, na finalidade de fazer chegar ao cérebro a imagem de tudo o que vemos. A complexidade do código genético não poderia ter surgido do acaso evolucionista, mas, sim, a prova verdadeira de que toda a Criação surgiu pelas Mãos de Deus. Salmo 145: 3: "Grande é o Senhor... a Sua grandeza é insondável".