Sem perder o foco

Com a redução nos casos de mortes e internações por coronavírus (Covid-19), o governo do Estado de São Paulo, a partir de hoje, começa a flexibilizar as restrições ao comércio e serviços em todo o território paulista. A nova diretriz aponta que os espaços podem receber até 80% do público, até ontem era de 60%; e as atividades podem durar até meia-noite, antes, o tempo de funcionamento era restrito até às 23 horas. O toque de recolher, que vigorava entre 23 e 5 horas, foi abolido.

Esta é a primeira fase do relaxamento das restrições divulgada pelo Palácio dos Bandeirantes. A segunda inicia no dia 17, quando não haverá nenhum limite, nem para horário, nem para quantidade de pessoas dentro do estabelecimento. Vale lembrar que o uso das máscaras continua.

Ótima notícia para o público de forma geral, ainda mais para os comerciantes. No Alto Tietê mesmo as entidades da categoria receberam as novas diretrizes com entusiasmos e esperam, em até dois anos, retomar o cenário vivido em 2019, tanto na produção quanto na contratação, quando ainda não havia o fantasma da Covid-19.

De fato, é preciso lembrar que a vacinação avança, o que resulta na queda dos indicadores da doença, mas não se pode esquecer que o coronavírus é um vírus que se propaga e muda suas características com facilidade. A tal da nova variante Delta, segundo o Centro de Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) informou, mesmo aqueles que foram vacinados transmitem essa cepa tanto quanto aqueles que já receberam as aplicações conta a doença. Apesar disso, a vacinação impede que os quadros clínicos evoluam para uma situação mais grave. No Brasil, essa variante já afetou 247 pessoas e deixou 21 mortes, uma taxa de óbito de 85 mortes para cada mil infectados.

Ainda nos Estados Unidos, onde quase 50% da população recebeu as duas doses das vacinas, a recomendação é para que a população retome o uso de máscaras por causa da variante. Por aqui, o momento é de otimismo, mas lições vindas de fora nos mostram que é preciso ficar de olhos atentos.