Avanço da vacinação

A morosidade da vacinação contra a Covid-19 no Brasil pode comprometer a eficiência da campanha quando se pensa na redução do número de mortes pela doença no atual pico epidêmico. A conclusão, do professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM-USP), Eduardo Massad, ainda leva em conta que cerca de 127 mil vidas seriam poupadas até o fim de 2021 se o Brasil tivesse começado em 21 de janeiro a vacinar em massa - algo em torno de 2 milhões de doses aplicadas ao dia.

Olhando para frente e deixando os erros para trás, após aprender com os mesmos, anima o levantamento feito pela reportagem do grupo MogiNews/DAT, junto à plataforma VacinaJá, do governo do Estado de São Paulo, mostrando que a maioria das cidades do Alto Tietê já alcançou mais da metade de sua população em geral imunizada com a primeira dose contra a Covid-19. Os números incluem as doses da CoronaVac, AstraZeneca, Pfizer e Janssen. Mais de 682 mil pessoas já receberam o agente imunizante.

A cidade com o maior número de pessoas imunizadas é Mogi das Cruzes, que contabilizou 238.449 pessoas, ou 52,9% da população. No ranking estadual, Mogi está na posição 558 entre as 645 cidades do Estado. Entretanto, outros três municípios estão à frente na proporção entre vacinados e a população geral. A cidade melhor posicionada é Guararema, que possui 18.856 pessoas protegidas, o equivalente a 62,6% da população, com a 186ª posição estadual. A segunda melhor posicionada entre as dez cidades do Alto Tietê é Salesópolis que, com 10.258 pessoas e uma população de 17.252 habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), tem 59,5% de cobertura vacinal. Santa Isabel está em terceiro lugar, com 31.214 habitantes imunizados, o que equivale a 53,8% de pessoas protegidas.

É sabido que o número de vacinados poderia estar mais avançado, caso o planejamento do governo federal fosse diferente desde o início e, hoje, poderíamos estar mais próximo de um controle seguro contra o coronavírus. Não foi o que ocorreu. Resta olhar daqui para frente.