Artigo

A mesa do bem viver

Mauro Jordão
08/08/2021 às 05:30
Atualizada em 08/08/2021 às 05:30.
00001

00001

Sérgio Bittencourt saudoso do seu pai, Jacob do Bandolim, escreveu a letra da música Naquela Mesa: "Naquela mesa ele sentava sempre/ E me dizia sempre, o que é viver melhor./ Naquela mesa ele contava histórias,/ que hoje na memória eu guardo e sei de cor./ Naquela mesa ele juntava gente/ E contava contente o que fez de manhã./ E nos seus olhos era tanto brilho,/ Que mais que seu filho, eu fiquei seu fã./Eu não sabia que doía tanto/ Uma mesa no canto, uma casa e um jardim./ Se eu soubesse o quanto dói a vida./ Essa dor tão doída não doía assim./ Agora resta uma mesa na sala/ E hoje ninguém mais fala no seu bandolim./ Naquela sala tá faltando ele/ E a saudade dele tá doendo em mim".

Essa reunião de família em torno da mesa caminha para a extinção e com saudade já não vemos aquele brilho nos olhos das nossas crianças quando no passado se contavam histórias e curiosidades que enchiam suas mentes de imaginação. Hoje, distanciados da "mesa do bem viver", surfam pelo espaço virtual da internet e nos deixam ver, de longe, apenas o brilho das telinhas manuseadas pelos rápidos dedinhos.

Nessa "pequena mesa digital" os pais são dispensáveis, os filhos preferem a companhia do Google para tirar dúvidas da lição de casa. Boa parte dos jovens de hoje foi criada por "babás eletrônicas", em vez de uma simpática e prestativa criada, como a Tia Nastácia do Sítio do Pica-Pau Amarelo, que na vivência diária com as crianças transmitia a sabedoria simples do bem viver.

A era digital revolucionou os meios de comunicação, ou damos de ombro por não digerir tudo que nos chega de informação ou vamos ter uma indigestão de conhecimento, não catalogado, sem saber bem como usá-lo em nossas áreas de atuação.

Infelizmente, o mundo virtual, aproveitando da imaturidade emocional das crianças, está apagando da sua imaginação criativa o seu modo tradicional de brincar com bolas, carrinhos e bonecas para estimular o consumo infantil de games, tablets e smartphones que não considero como brinquedos saudáveis.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por