Esporte na infância

Nas cidades do Alto Tietê existem dezenas, talvez até algumas centenas, de projetos sociais esportivos que buscam auxiliar na formação de crianças e adolescentes. Muitas vezes são criados por pessoas simples que cresceram em alguma comunidade mais pobre de seu município e viram muitos colegas se desviarem para os caminhos perigosos da ilegalidade e criminalidade. A sensação prática de ser salvo em algum momento da vida pelo esporte incentiva esses coordenadores de simples projetos sociais a quererem ajudar as novas gerações.

O Grupo Mogi News já publicou diversas vezes, ao longo de sua história, o esforço e resultados colhidos por diversas ações esportivas na região, que auxiliam os mais novos na socialização a ter uma vida mais saudável e na formação do caráter. Muitas vezes o que falta para o crescimento do projeto é mesmo o investimento. Por isso, acreditando no esporte como ferramenta de transformação do cidadão, é com muita alegria que Mogi das Cruzes passará a contar com o projeto Vôlei Mania, em uma parceria entre a Prefeitura e o Instituto Mauricio de Sousa. Como disse o prefeito Caio Cunha (Pode) durante o anúncio da parceria, "o esporte não pode ser só entretenimento. Mais que alcançar medalhas, ele tem o papel de conexão com a questão social, com a saúde, a educação, o respeito e a disciplina". O projeto ainda vai contar com a participação da equipe Sub-21 do vôlei de Mogi das Cruzes e terá, ninguém mais, ninguém menos, que o campeão olímpico Marcelo Negrão como treinador.

O carimbo de uma grande instituição em um projeto social traz mais reconhecimento e credibilidade à ação, além de apresentar melhores estruturas para atender mais crianças e jovens. Não sozinha, mas ações como essas devem ser destacadas, pois ajudam a criar uma cidade melhor no futuro e, consequentemente, uma cidade com menos criminalidade, violência e mais ética. Esses três temas são pilares para a evolução da nação. E, na infância e adolescência, nada melhor do que utilizar uma modalidade esportiva, com regras, vitórias e derrotas, para a formação de adultos mais conscientes em um futuro próximo.