Liberdade de expressão x alienação

Olavo Câmara
Olavo Câmara - FOTO: divulgação

Todo brasileiro é livre para expor ideias, pensamentos e agir. No Brasil, vem acontecendo imposição drástica impedindo que cidadãos patriotas façam críticas, sugestões e defendam a cidadania.

A democracia é de extrema importância. Há frases de filósofos que deveriam ser acatadas, como por exemplo: "Não concordo com uma palavra do que dizeis, mas defenderei até a morte o teu direito de dizê-las" (Voltaire).

Quem não deseja receber critica é medroso ou está comprometido com inverdades. Receber uma critica é humildade. O Artigo 5º. da Constituição expressa: "todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no país a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade". Logicamente a constituição fala de igualdade jurídica (somente perante a lei) e não se trata de igualdade real.

Quando autoridades começam a agir acima da lei, surge alienação das massas (população). Esquecem algumas autoridades do símbolo da Justiça. Ora, a Deusa Themis da Justiça está pisando com o pé esquerdo sobre a Lex (lei), o que significa quando houver choque entre a lei e a justiça deve prevalecer a justiça, pois a justiça está acima das leis.

As promessas falsas, falácias, e os sonhos mentirosos que são projetados, leva a maioria inculta seguir os líderes hipócritas, como se fosse um rebanho de carneiros.

Enquanto existirem líderes autonomeados, com comportamentos imorais e sem ética, estarão conduzindo e guiando as massas para direções opostas do que prometeram. As lideranças sérias são raras. As fraquezas humanas contagiam uns aos outros e o mundo perde o controle. É como se a todo instante houvesse conspirações para os oportunistas destruírem todos por domínios materiais. É o egoísmo e as vaidades. Deus salve o Brasil dos hipócritas. Que haja justiça plena!

Olavo Arruda Câmara é advogado, professore, mestre e doutor em Direito e Política