Saúde Funcional

luiz
luiz - FOTO: divulgação

A história da fisioterapia pode ser explicada ao longo dos séculos, quando os ancestrais aplicavam fricção para diminuir um quadro doloroso, evoluindo para as técnicas atuais. Desde a Grécia antiga os indivíduos se interessavam por terapias pelo movimento para tratar os doentes.

O Dia Mundial da Fisioterapia é celebrado anualmente, desde 1996, no dia 8 de setembro, que corresponde à data da fundação do World Confederation of Physical Therapy (WCPT), no ano de 1951. O dia assinala a união e a solidariedade da comunidade global de Fisioterapia e é uma excelente oportunidade para os fisioterapeutas demonstrarem o valor da profissão na manutenção e/ou melhoria da mobilidade e independência funcional.

As ações dos fisioterapeutas são fundamentadas em mecanismos terapêuticos próprios adquiridos pelo estudo das ciências biológicas, morfológicas, fisiológicas, da bioquímica, de biofísica, da biomecânica, da cinesiologia, da sinergia funcional, das patologias de órgãos e sistemas, bem como das disciplinas comportamentais e sociais.

Esse profissional está habilitado a realizar o diagnóstico dos distúrbios cinético-funcionais, prognóstico, prescrição, intervenção e alta, desenvolvendo competências e habilidades.

Todos os anos, o Dia Mundial da Fisioterapia é comemorado com um novo tema. O foco do Dia Mundial da Fisioterapia deste ano é a Covid-9 e o papel dos fisioterapeutas no tratamento e gestão de pessoas afetadas por esta condição. Desde que a pandemia começou em todo o mundo, os profissionais da área da Fisioterapia têm sido cada vez mais necessários para atuar com os pacientes de Covid-19. A atuação do fisioterapeuta durante a internação hospitalar do paciente acometido pelo Coronavírus é indispensável, após a volta para casa ela se tornou ainda mais necessária. Nesta fase de retorno, é fundamental seguir rigorosamente com os exercícios fisioterapêuticos em casa, a fim de devolver a qualidade de vida do paciente e possibilitar a retomada de sua rotina diária.

Doutor Luiz Felipe Da Guarda é fisioterapeuta e presidente do Comitê de Saúde do Lions Clube Mogi das Cruzes