Saúde Funcional

luiz
luiz - FOTO: divulgação

Mesmo compondo 15% da população mundial, pessoas com deficiência ainda são consideradas uma minoria, isso porque apesar de serem mais de 1 bilhão, ainda há muito preconceito e intolerância a esse grupo.

A recente Lei No 13.146, de 6 de julho de 2015, conhecida como Estatuto da Pessoa com Deficiência, assim conceitua a expressão "pessoa com deficiência":

"Considera-se pessoa com deficiência aquela que tem impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas".

Desse ponto de vista, a participação da Classificação Internacional da Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) é essencial, sendo incorporada pela Organização das Nações Unidas (ONU), a CIF constitui um instrumento de abordagem e de orientação em todo o mundo.

Atualmente as políticas públicas através dos seus conselhos (municipais, estaduais e federais), poderes legislativos, judiciários e executivos vem fortalecendo o debate sobre esse público que por muitos anos na história ficaram esquecidos e muitas das vezes desprezados, sabemos que ainda temos muito para evoluir, mas já é possível enxergar caminhos e meios para uma construção de novas políticas, quem sabe através de uma participação maior da sociedade nos conselhos municipais da pessoa com deficiência com pessoas que de fato possam contribuir e apontar aos poderes legislativos e executivos as necessidades para uma melhor qualidade de vida, acessibilidade, oportunidades, empregabilidade, saúde digna, esportes adaptados entre outras formas de melhorias para pessoas com deficiência.

Recentemente ficou claro que a condição não se trata de uma patologia que o indivíduo carrega, mas de um obstáculo do ambiente que a sociedade deve remover, tanto física quanto socialmente, afinal todos somos pessoas e é isso que deve ser o mais importante aos gestores.

Doutor Luiz Felipe Da Guarda é fisioterapeuta e presidente da Comissão de Saúde do Lions Clube Mogi das Cruzes