A escola de Jesus

Mauro Jordão
Mauro Jordão - FOTO: 00001

O vento da incredulidade está soprando forte sobre as ondas mentais do ser humano, as velas do barco estão esticadas fazendo-o velejar com rapidez nas águas revoltas do mar da vida, na procura ansiosa de um porto seguro onde possa se abrigar.

Outras vezes, as pessoas sofrem um longo período de calmaria depressiva, as velas arriadas sem vento e sem direção. Jesus se aproxima e faz o convite: "Vinde a mim todos que estais cansados e sobrecarregados e Eu vos aliviarei" Mateus 11: 28. O cansado não teve a resposta do mundo para os seus anseios, amargurado busca em Jesus a salvação, e irá substituir a tristeza cinza pela alegria colorida de viver.

O sobrecarregado está com o "molejo" baixo, levando na "carroceria" muita carga indevida, preocupação inútil. Quando a carga está correta, a mola dá sustentação dá equilíbrio, a mola baixa perde essa função e pode causar acidente, pondo toda a carga a perder. Antidepressivos e benzodiazepínicos suavizam nossa preocupação, porém, não aliviam a carga demasiada da nossa mente, só Jesus pode fazer isso quando você entrega sua vida em Suas mãos.

Uma vez salvo, você será matriculado em Sua escola como bom aluno, e Ele será o Teu melhor professor, o mestre, porque agora você O reconhece como teu salvador e Senhor e se torna servo. A escola de Jesus não é para pessoas não salvas, que não dão atenção aos seus ensinos. Mateus 11: 29: "Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de Mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas".

Como professor, Ele deseja que o aluno esteja também debaixo do mesmo jugo que Ele possui, de servir com a qualificação de manso e de humilde de espírito. O mundo gratifica o seu jugo com o prazer, porém, o seu final é a destruição e a morte; o jugo de Jesus é suave e o fardo é leve porque é realizado pelo amor a Deus e ao próximo, e, assim, ganhamos vida abundante. Mateus 11: 30: "Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve". "Eu vim para tenham vida, e a tenham em abundância".

Mauro Jordão é médico