Saúde Funcional

luiz
luiz - FOTO: divulgação

Como não falar dos inúmeros compromissos diários, das atribuições e cobranças que sofremos no trabalho, na escola, vida social ou no ambiente domiciliar. E com tantos afazeres, acabamos esquecendo-se de olhar como nosso corpo está reagindo a esses compromissos.

Um simples ato de respirar corretamente é esquecido. Falar em postura alinhada e um corpo bem posicionado, então, nem pensar. Pensando em tudo isso é notório que as dores na coluna surgem subitamente e em alguns casos se tornam dores crônicas!

A dor lombar é uma das principais causas de incapacidade física entre indivíduos de todas as idades e ambos os sexos, afetando as mulheres em maior número.

Nesse ano especificamente com o advento da pandemia da Covid-19, grande parte da população experimentou uma nova rotina integrada ao trabalho e as aulas. O trabalho e as aulas online trouxeram junto dessa nova realidade um aumento expressivo do desconforto da dor lombar!

Alongar e fortalecer os músculos diariamente são opções para adiar a próxima crise de dor na lombar. É importante entender que o exercício não é garantido para eliminar a dor, mas pode torná-la menos frequente. Quando as dores na coluna são graves, permanecer em pé é uma conduta importante na medida do possível, afinal o descanso prolongado na cama não é bom durante uma crise, e tampouco fazer exercícios físicos ou forçar nos alongamentos, por isso, nessa fase busque um profissional.

Quando a dor grave diminuir, comece gradualmente exercícios suaves para alongar e fortalecer os músculos que suportam a lombar. Músculos mais fortes e flexíveis podem ser menos propensos a ferimentos.

Os estudos realizados até o momento não identificaram nenhum tipo ou nível específico de exercício que funciona melhor do que outro para prevenir a dor na lombar. No entanto, as pessoas que se exercitam regularmente, em comparação com aqueles que não, tendem a ter menos recorrências de dor na coluna ao longo do tempo.


Doutor Luiz Felipe Da Guarda é fisioterapeuta e presidente da Comissão de Saúde do Lions Clube Mogi das Cruzes