Demandas adormecidas

A s obras atrasadas nas cidades do Alto Tietê e dissolvição de planejamento dos governos são algumas das diversas consequências diretas da pandemia da Covid-19. A enfermidade não atrapalha, diretamente, somente a área da Saúde, mas afeta também vários outros setores. A união de vereadores das cidades do Alto Tietê, que formaram a Frente Parlamentar, neste ano, pode ser uma iniciativa importante para acelerar as demandas atrasadas da região por conta da crise sanitária, embora, após alguns poucos encontros, os parlamentares não mais se reuniram para discutir em conjunto os principais anseios das cidades da região.

No último encontro, vereadores discutiram a polêmica nova taxa e a instalação de um pedágio na rodovia Mogi-Dutra (SP-88). A união de forças, sempre importante, se torna primordial em momentos de crise. Muitas promessas continuam engavetadas, com a convincente e, por que não, conveniente desculpa da pandemia. Mesmo assim, alguns assuntos devem continuar a ser cobrados. Envolvendo a Mogi-Dutra, além da luta contra o adverso pedágio, há ainda a promessa de duplicar o km 33,5 da rodovia, localizado no trecho de Arujá. Os problemas com uma moradia ao redor ainda impede, judicialmente, um desfecho definitivo para o caso.

Mogi e região também aguardam as prometidas reformas das estações da CPTM. Em Mogi das Cruzes, o edital foi lançado para a modernização das estações Estudantes, Mogi das Cruzes e Jundiapeba, porém, não houve empresa interessada em investir. Isso vai para a conta da pandemia. Mogi também estuda, desde a gestão passada, a criação de uma nova unidade do Centro Dia do Idoso e o Centro Dia da Pessoa com Deficiência. O cenário da pandemia, contudo, engavetou, naturalmente, assuntos desse porte. É fato que a crise sanitária travou o desenvolvimento.

O problema é que mesmo quando a pandemia for inserida nos livros de história, suas consequências continuarão vivas e muitas promessas feitas antes da chegada da Covid-19 poderão ter planejamento modificado. Como resultado, a população poderá deixar de ser atendida, em definitivo, com demandas importantes, mas adormecidas.