Editorial

Tratamento continua

30/11/2021 às 05:30
Atualizada em 30/11/2021 às 05:30.

O importante acompanhamento pós-Covid aos pacientes curados vem sendo realizado na região. Depois da alta hospitalar, muitas pessoas que tiveram a doença ficam com sequelas físicas e mentais que não desaparecem sozinhas. Elas precisam de cuidados especializados para recuperar a saúde e a qualidade de vida.

Em Mogi das Cruzes, desde que o secretário municipal de Saúde, Zeno Morrone, assumiu o cargo, ele e o prefeito Caio Cunha (Pode) apresentaram a estratégia que seria adotada no município para o enfrentamento à pandemia do coronavírus. Um dos pontos para a realização do serviço de acompanhamento pós-Covid é a Unica, em Jundiapeba, que fará a recuperação de pacientes que apresentaram sequelas após a contaminação. O Núcleo de Avaliação Física (NAF), no Mogilar, também faz um trabalho de recuperação, após a alta do paciente.

Ainda não há tempo hábil e uma grande amostragem para determinar as consequências das sequelas, tampouco se são permanentes ou não em alguns casos. Muitos pacientes curados continuam a sentir cansaço, dor no peito, fraqueza muscular, dentre outros persistentes sintomas. Isso, certamente, irá demandar mais da rede básica da Saúde e equipe de especialistas, fisioterapeutas, enfermeiros e médicos.

Em Mogi, as instalações dessas centrais funcionam em caráter temporário, até que seja concluído o Centro Integrado de Assistência à Saúde (Cias), ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na região do Rodeio. Sobre o pré-tratamento, que inclui a prevenção (talvez a parte mais importante do tratamento quando o assunto é Covid-19), a Prefeitura de Mogi reativou o Disque-Covid, além de ampliar de cinco para seis as unidades de referência para o primeiro atendimento à doença, evitando a contaminação cruzada de outros usuários da rede municipal. Mostrando preocupação com as consequências da doença, mesmo após a pandemia, algumas prefeituras começam a trilhar um caminho importante, no qual ainda há muito a se percorrer.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por