Artigo

A estratégia do Boy

Afonso Pola
14/12/2021 às 05:30
Atualizada em 14/12/2021 às 05:30.
Daniel Carvalho/Mogi News

Daniel Carvalho/Mogi News

O presidente do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto, o Boy, abriu as portas da sua legenda para o presidente Jair Bolsonaro, seus filhos e apoiadores. Depois de um namoro bastante conturbado, contando inclusive com a ameaça do casório não se consumar, a cerimônia de filiação foi realizada no último dia 30.

De olho nas eleições de 2022, Boy deixou claro que tal iniciativa visa a realização de um projeto arrojado, que pretende colocar o PL em condições de desempenhar um papel de maior protagonismo no contexto da política nacional. O político acredita que a ida de Bolsonaro para o seu partido deve atrair diversos parlamentares que se elegeram na onda bolsonarista e que tiveram votações bastante significativas nas eleições de 2018.

A avaliação feita por parlamentares do partido é de que muitos deputados do Partido Social Liberal (PSL), legenda que elegeu Bolsonaro, devem se transferir para o PL. Portanto, em tese, a estratégia adotada pelo partido do Boy estaria perfeita. Com o aumento da bancada com a chegada de novos filiados e a perspectiva de eleger a maior bancada no próximo ano, o PL abocanharia uma boa fatia do fundo partidário e do fundo eleitoral, já que esses recursos são distribuídos de acordo com o tamanho de cada bancada.

Pois bem, isso aconteceria assim no cenário mais positivo para o partido. Mas da mesma forma que o PL deverá receber parlamentares do PSL, ele também deve perder (e já vem perdendo) deputados que não querem estar na mesma legenda do presidente.

Da mesma forma, o desempenho eleitoral conquistado pelos candidatos do PSL não deve se repetir. Essas votações foram impulsionadas por questões pertinentes ao momento daquela eleição. Eduardo Bolsonaro, que concorreu por São Paulo, obteve 1.843.735 votos e Joice Hasselmann foi votada por 1.030.293 de eleitores. Não devem repetir tal votação.

Pelo que vem sendo demonstrado nas pesquisas divulgadas por diversos institutos, a estratégia do Boy pode se transformar em um tiro no pé.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por