Artigo

2021 em três atos

Afonso Pola
28/12/2021 às 05:30
Atualizada em 28/12/2021 às 05:30.
Daniel Carvalho/Mogi News

Daniel Carvalho/Mogi News

Ato 1 - A Política:

Bem, a política em 2021 foi marcada pela movimentação do governo buscando garantir sua permanência. De alguém que durante a campanha se apresentou como o candidato antissistema, Bolsonaro foi se adequando ao toma lá, dá cá.

Quem não se lembra quando o general Heleno, aquele das ações condenáveis na missão de paz no Haiti, quando ensaiou uma versão para a letra do samba "se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão". Cantou ele de forma descontraída, demonstrando toda a sua "indignação" com os membros dessa facção da política brasileira. Pois bem, em 30 de novembro estavam lá Bolsonaro, Heleno de demais apoiadores na cerimônia de filiação ao PL, principal legenda do centrão.

Ato 2 - A Economia:

Iniciamos o ano com promessas do presidente e de seu ministro da Economia de que o Brasil entraria num processo de aquecimento da atividade econômica durante o ano.

Na verdade, o que estava bombando eram as offshores dele, do presidente do Banco Central e de vários empresários amigos do governo. Em qualquer país sério seria escândalo para derrubar meio mundo. Já a economia brasileira recuou 0,1% no terceiro trimestre.

Ato 3 - A Pandemia:

Houve o aprofundamento das consequências da pandemia. O atraso na compra das vacinas, o persistente discurso bolsonarista questionando a efetividade das vacinas em nome da defesa do famigerado tratamento precoce.

Veio a CPI da Covid, que lançou luz a uma série de barbaridades. Perdemos tempo, vidas, muitas vidas. Mas o mais impressionante é a forma como as nossas instituições aprenderam a conviver com os absurdos produzidos por esse governo, bem como a insistência de pessoas em continuar defendendo o indefensável.

Nos tornamos o país da vergonha mundial. Perdemos nossos encantos. Agora é esperar por 2022 e torcer para chegarmos ao final do próximo ano com força e disposição para colocar o país em novo rumo. É o que nos resta.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por