Editorial

Mais moradia em 2022

30/12/2021 às 05:30
Atualizada em 30/12/2021 às 05:30.

O aumento da pobreza no país causa preocupação e faz os mais vividos se lembrarem de um passado não tão remoto, quando notícias de pessoas que morriam de fome eram comuns, principalmente nas regiões Norte e Nordeste do país.
No início deste século, porém, esse péssimo indicativo caiu consideravelmente.
Agora, é preciso ações efetivas e planejadas para não perder o controle, pois tornar o cenário da miséria cada vez mais parte do passado deve ser a evidente prioridade da União, estados e municípios.
A invasão de áreas proibidas para construção de moradias é um problema antigo no Alto Tietê e que vem se intensificando a cada ano. Em Mogi, há muitos pontos que vem sendo ocupados de forma irregular, o que coloca famílias em alto risco, principalmente com a chegada do verão e suas tradicionais chuvas.
A necessidade dos cidadãos é tamanha que constroem suas moradias em locais perigosíssimos, como próximas à rede elétrica ou áreas com risco iminente de alagamento e desmoronamento. A defasagem por parte dos governos federal e estadual na demanda de programas habitacionais, como o Minha Casa Minha Vida e CDHU, compõe este cenário. Neste sentido, vale destacar o levantamento planialtimétrico iniciado pela Prefeitura de Mogi das Cruzes, como sendo a primeira etapa da regularização fundiária em núcleos habitacionais nos bairros Jardim Aeroporto I e II e Jardim Santos Dumont II e III. Os pontos são críticos e merecem atenção e resolução urgente, para que as famílias que ali vivem há tanto tempo tenham mais dignidade. O processo beneficia quase mil famílias e tem a parceria entre o município e o programa Cidade Legal, do governo estadual. Mesmo com a pandemia, não é possível se conformar com o aumento da miséria.

Ainda há muito a ser melhorado e que merece atenção, em diversas áreas, como Saúde, Educação e Segurança. Mas, seguindo a ordem certa desta escala, é preciso que , antes demais nada, o básico esteja assegurado. E o primordial é alimentação e moradia. Essas dois problemas devem ser erradicados de uma vez por todas. Esperança para o ano que vem.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por