Artigo

Saúde Funcional

Luiz Felipe da Guarda
21/01/2022 às 05:30
Atualizada em 21/01/2022 às 05:30.
divulgação

divulgação

Alguns de vocês já devem ter visto bebês com poucos meses de vida com a cabecinha inclinada para um dos lados. Fiquem atentos, pode ser sinal de um problema de disfunção muscular pouco conhecido, mas que corre o risco de se tornar bem sério se não for tratado.

O torcicolo congênito é uma contratura ou encurtamento unilateral do músculo esternocleidomastoideo, em que a cabeça fica inclinada para o lado do músculo afetado e girada para o lado oposto.

Saber a causa exata do torcicolo congênito ainda é um desafio para ciência, mas existem algumas hipóteses: hereditariedade, mau posicionamento do bebê dentro do útero e interrupção do fluxo sanguíneo no esternocleidomastoideo, espaço intrauterino reduzido pode gerar encurtamento do musculo limitando seus movimentos, é possível em alguns casos, o torcicolo congênito ser causado por um problema ósseo.

O que se deve observar com maior atenção é a inclinação lateral persistente da cabecinha da criança. Normalmente esse tipo de torcicolo não dói, embora a anormalidade seja obviamente visível com a cabeça voltada para o lado comprometido e o queixo voltado para o sentido oposto. O profissional especialista com sua simples observação da posição da cabeça do bebê e o toque na região comprometida consegue fazer o diagnóstico.

O tratamento deve ser realizado o mais precocemente possível. Na grande maioria dos casos, quando iniciado cedo, o tratamento com um profissional fisioterapeuta o resultado é visível.

A participação dos pais também é essencial para a eficácia do tratamento, corrigindo o posicionamento da cabecinha na hora do sono e da amamentação, por exemplo.

No caso do tratamento com o fisioterapeuta, a quantidade e a frequência dos atendimentos serão decididas pelo profissional de acordo com a evolução do paciente. Se o torcicolo não for tratado e corrigido, a deformação que ele acarreta pode acompanhar a criança por toda a vida e será cada vez mais difícil de ser revertida.

Luiz Felipe Da Guarda é fisioterapeuta e presidente da Comissão de Saúde do Lions Clube Mogi das Cruzes

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por