Editorial

Manutenção das obras

30/01/2022 às 05:30
Atualizada em 30/01/2022 às 05:30.

A autorização para as obras de reforma da estação Manoel Feio, da Linha 12-Safira da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), ocorrida na sexta-feira com a presença do governador João Doria (PSDB), em Itaquaquecetuba, é muita bem-vinda para os usuários, funcionários e ate para quem não utiliza o sistema ferroviário. Para quem usa e para quem trabalha na estação, a reforma é vista com bons olhos por motivos óbvios, conforto, mas quem não utiliza o sistema também deve gostar, uma vez que a parada será totalmente reformada e deve deixar a cidade mais bonita e, quem sabe, até atrair novos investimentos.

Muitos dos investimentos ocorrem somente porque determinado ponto da cidade é chamativo, e uma nova estação de trem, que movimenta mais de 12 mil passageiros por dia, certamente vai despertar o interesse de algum comerciante, empreendedor ou investidor.

Uma nova estação melhora todo ambiente em volta dela, até mesmo alguns pontos mais degradados são revitalizados para acompanhar o novo prédio, que passou a ser erguido na sexta-feira.

Outro ponto que podemos chegar com essa conversa é que o brasileiro pouco ou nada faz para conservar seus imóveis públicos e demais estruturas. Muitas obras, de grande importância, acumulam problema de infiltração e outras ações do tempo porque não foram feitas as manutenções corretas. Esperamos que isso não ocorra com esta estação. Está certo que demoraria até um defeito aparecer, mas não pensar em um calendário de manutenção seria egoísmo e um descaso com o patrimônio público.

Isso vale para a demais estações também, como Ferraz de Vasconcelos e Suzano, ambas construídas recentemente e que pertencem à Linha 11-Coral.

Agora é esperar que a nova Estação Manoel Feio fique pronta o quanto antes para trazer o conforto necessário a todos que dela se utilizam, mas quando estiver completamente finalizada, será preciso zelar pela manutenção da estrutura.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News

Desenvolvido por

Distribuído por