Artigo

Insegurança e falta de policiais

Olavo Arruda Câmara
05/03/2022 às 05:30
Atualizada em 05/03/2022 às 05:30.
divulgação

Olavo Câmara - FOTO: divulgação

No passado havia na cidade guarda civil que fiscaliza trânsito e tomava conta do centro. Passaram os anos e tudo mudou e a guarda civil foi extinta ou unida com a polícia militar. Após décadas foram criadas as guardas civis metropolitanas que atua em muitos municípios.

No caso de Mogi das Cruzes, hoje se passa pelas ruas a pé ou de carro e não se vê um soldado da polícia militar ou da guarda civil. Caso não se queira usar cinto de segurança em seu veículo não haverá problemas, pois não se tem fiscalização. Pode rodar com o seu veículo por quilômetros e ninguém o abordará para fazer exigências ou aplicar multas. É um abandono total. Onde estão as autoridades?

O que pensam e o que fazer? Os furtos, roubos e malandragens estão por todos os lados e os bandidos nada temem, pois não há vigilância em nenhuma rua, salvo se alguns comerciantes ou empresários colocarem guardas particulares em seus estabelecimentos ou nas portas para vigiar.

A liberdade está sendo ferida e sendo vigiada por "gatunos", ladrões e outros. Que democracia é esta? Cidadãos patriotas descruzem os braços e façam críticas, oferecendo também sugestões às autoridades. Há frases de filósofos que deveriam ser acatadas, como por exemplo: "Não concordo com uma palavra do que dizeis, mas defenderei até a morte o teu direito de dizê-las" (Voltaire). "Desprezo àqueles que me bajulam porque me corrompem, prefiro quem me critica porque me corrige" (Santo Agostinho).

De acordo com o artigo 5º. Da Constituição Federal, assim se expressa: "todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no país a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade". A segurança é de extrema importância para salvaguardar as vidas dos cidadãos e dos seus familiares. Cidadão não permita que a insegurança tome conta das ruas.


Olavo Arruda Câmara é advogado, professor, mestre e doutor em Direito e Política

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News