Editorial

Tempos difíceis

13/03/2022 às 05:30
Atualizada em 13/03/2022 às 05:30.

A construção de uma sociedade e de sua História acontece conforme os fatos e desafios impostos à sociedade, bem como suas respostas. Da evolução econômica, social e científica - todas as fagulhas que iluminaram o mundo surgiram com as chamas que consumiram o velho mundo.

Qualquer pessoa que esteja acompanhando o noticiário notou que a paz e tranquilidade almejadas pela geração millenial não se concretizou. Aqueles nascidos entre o início da década de 1980 e meados dos anos de 1990, na esperança decorrente do fim da Guerra Fria e da promessa não cumprida do fim do mundo, tinham como meta fazer a ponte para um futuro menos catastrófico.

Não é apenas a pandemia, a crise econômica, o custo de vida elevado, o vazio existencial fomentado pela corrida alucinada pela imagem nas redes sociais, os prognósticos macabros das mudanças climáticas, a falta de credibilidade de muitos eleitos, ou a própria guerra que, embora ocorra do outro lado do mundo reflete na vida, nos costumes e nas relações entre as pessoas aqui no Brasil. Mas o que explicita ainda mais a sensação de "tempos difíceis" é a falta de soluções a serem aplicadas ostensivamente a tempo de salvar as pessoas.

E não é uma questão de que não existem opções, elas existem. Nos últimos 40 anos cientistas, personalidades da política e do entretenimento atuaram, investiram e emprestaram sua imagem e credibilidade em busca de mudanças nos nossos hábitos e relações. Mas por mais que se invistam em planos de coleta seletiva, combustíveis mais limpos e relações humanas mais igualitárias, a realidade trabalha ostensivamente para desmentir cada avanço.

O Brasil e o Alto Tietê mostram avanços na pandemia do coronavírus (Covid-19) e os esforços para a recuperação econômica são demonstrados de forma contínua, mas a qualidade de vida teima em se manter difícil. Sabemos que precisamos mais do que de discursos, mas de ações concretas que nos façam ir à frente e superar o inverno da alma que persiste em ficar. Mas dar o passo à frente e enfrentar o contínuo processo de empobrecimento e ignorância demandará mais do que coragem. Demandará senso de urgência.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News