Artigo

Cultura do ódio: sob que via?

Raul Rodrigues
06/04/2022 às 05:30
Atualizada em 06/04/2022 às 07:00.
Daniel Carvalho

Raul Rodrigues - FOTO: Daniel Carvalho

O ser humano sempre se viu socialmente envolvido numa teia de relações. Mas essas relações sempre estiveram permeadas de conflitos. A perspectiva de um momento no espaço-tempo das sociedades sem a presença de embates e divergências pode soar ingênua demais quando se constata em diversos períodos da história uma gigantesca falta de entendimento e, por esse motivo, os consequentes embates e enfrentamentos entre os povos e nações ou apenas entre pequenos grupos e entre indivíduos.

A verdade é normalmente moldada de acordo com a conveniência de quem a tem e, de tabela, é entendida de acordo com a conveniência de quem ouve. Gerando assim um ciclo infinito de meias verdades.

Em nossos dias, percebe-se como as redes sociais têm apresentado e ampliado os conflitos entre as pessoas. Por isso, os comentários às postagens e publicações se tornaram um campo fértil para trocas de acusações, ofensas e injúrias de todos os tipos, muitas vezes direcionadas às pessoas desconhecidas, sequer nunca vimos. A expressão mais aguda para esses conflitos nesse ambiente virtual é o que se conhece por "cultura do cancelamento".

Uma pessoa é posta de lado em razão do alcance de suas ideias, posturas ou ações. O ato de se mover é bastante perigoso porque, se por um lado pode fomentar discussões associadas à defesa dos inalienáveis direitos humanos e defesa de minorias sociais, por outro lado, não refletidamente, pode acirrar ainda mais discussões que não chegam a lugar nenhum, promover um linchamento virtual irreflexivo, que pode vir a prejudicar seriamente a vida e as relações de quem se expõe nas redes.

Os conflitos atuais vão das ruas para as redes e das redes para as ruas, é razoável considerar que eles ultrapassam os séculos. Inclusive, a tradição judaico-cristã apresentará uma narrativa mitológica para dar conta desse movimento entre pessoas e grupos. Livros! Coisas do passado?

Raul Rodrigues é engenheiro e ex-professor universitário

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

(11) 4735-8000
editor@moginews.com.br
editor@jornaldat.com.br
aline.portalnews@moginews.com.br

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News